PROPAGANDA
PROPAGANDA

“Garra” de ferro em Chernobyl é tão radioativa que pode matar apenas tocando nela!

PROPAGANDA

PROPAGANDA

Toda a cidade de Prípiat tornou-se uma zona radioativa devido ao acidente nuclear de Chernobyl e nas profundezas de sua floresta existe uma garra de ferro extremamente perigosa.

Graças à série de Chernobyl da HBO, a parte norte da Ucrânia se tornou um centro de atração turística . Os visitantes lotam a cidade de Chernobyl, a cidade de Pripyat e até a usina Vladimir Ilyich, para ver os estragos causados ​​pelo maior acidente nuclear da história.

As medidas de segurança das autoridades exigem que os turistas estejam sempre cobertos e, principalmente, não toquem em nada para não expor sua pele à radiação do local. Muitas pessoas não prestam atenção e, felizmente, não descobriram uma garra do guindaste tão radioativa que apenas tocá-la poderia ser letal.

"Garra" de ferro em Chernobyl é tão radioativa que pode matar apenas tocando nela!

Robert Maxwell realizou pesquisas acadêmicas em duas viagens para a zona de exclusão, em 2010 e 2011. Quando ele encontrou a garra, ele fez uma leitura em um contador Geiger antes de retirar-se rapidamente.

Esta peça pesada foi usada para remover a grafite radioativa que estava no núcleo do reator que explodiu em 1986 e causou a enorme catástrofe. Após a limpeza da fábrica de Vladimir Ilyich, eles descobriram que a garra era muito perigosa para ser destruída, então a abandonaram na floresta de Pripyat.

Apenas poucos conheciam a localização desta garra, no entanto, ao ouvir os rumores de sua existência, os turistas pediram permissão às autoridades para visitá-la. É claro que eles tiveram que ser escoltados pelo especialista Maxwell, que liderou duas excursões em direção à garra. Juntamente com um guia e um grupo de visitantes, encontraram a peça, mas apenas ele se aproximou da peça para fazer uma leitura com um contador de radioatividade.

"Garra" de ferro em Chernobyl é tão radioativa que pode matar apenas tocando nela!

Robert,  que é especialista em radiação, disse:

“É severamente, potencialmente letal. “Há muitas coisas nessa zona hoje para as quais o contato por qualquer período prolongado pode definitivamente matar, e a Garra é com toda certeza a mais perigosa de todas porque não é isolada ou inacessível como outros perigos.”

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.