Garoto de 11 anos perde as duas pernas após uma manobra mortal de surf em um trem

Um jovem perdeu ambas as pernas depois de tentar ‘treinar o surf’ para se tornar uma estrela do YouTube.

Arkady Aksenov, 11, teve seus membros cortados quando caiu de um trem de carga russo em movimento e as rodas passaram por cima dele.

O garoto estava viajando em vagões de carga em movimento na Rússia quando caiu na pista e seus membros foram cortados pelas rodas.

Amigos deixaram menino ferido para trás

Os meninos com quem ele estava – de 14 e 12 anos – fugiram e “o deixaram para morrer”, mas ele milagrosamente sobreviveu.

A perna esquerda de Arkady foi arrancada completamente, até a nádega e ele também perdeu a perna direita, mas o corte foi mais baixo.

O jovem foi salvo ao passar pelo maquinista Bulat Zhakeev, que desobedeceu às regras para desligar o motor, dar os primeiros socorros evitando mais perda de sangue e convocar serviços de emergência.

Garoto de 11 anos perde as duas pernas após uma manobra mortal de surf em um trem
Foto: (reprodução/internet)

A devastada mãe do menino, Maria Petrova, foi a público sobre o caso de terror para divulgar os perigos agudos de uma aventura que se tornou popular.

A postagem furiosa e comovente da professora de ioga nas redes sociais é dirigida aos dois meninos que ela afirma ter intimidado seu filho para participar da atividade mortal em São Petersburgo, e a seus pais.  

Leia também: Acidente de avião na Indonésia: comissário de bordo identificado como primeira vítima por impressões digitais

“Rapazes, vocês que estudam na mesma escola que Arkady e o pressionam a treinar surf e fazer um vídeo para o YouTube ‘para se tornar famoso’”, escreveu ela.

“Você que o ameaçou para entrar naquele trem. Eram dois de vocês, com idades entre 12 e 14 anos, seus nomes e endereços estão, claro, estabelecidos.”  

Mãe ficou revoltada com amigos

O garoto mais velho é um surfista de trem “experiente” com seu próprio canal no YouTube, afirmam. 

Ela postou: “Eles o deixaram ferido, sangrando. Eles não entraram em pânico, mas saíram em silêncio, através dos arbustos.”  

“Eles não tentaram correr na direção das pessoas para que pudessem ser vistas no local do acidente.”  

Garoto de 11 anos perde as duas pernas após uma manobra mortal de surf em um trem
Foto: (reprodução/internet)

“Eles tinham certeza de que não havia câmeras CCTV na ferrovia, o que é verdade, e que Arkady morreria sem dizer uma palavra.”  

“Se você chamasse ajuda, vocês seriam heróis.”  

“Sim, as pessoas diriam que foi uma pena você ter começado tudo, mas teriam dito muito bem a você por não ter deixado seu amigo naquela hora horrível.”

Maquinista parou o trem ao ver mancha escura na neve

Maria assistiu a imagens de 58 minutos de Arkady – um lutador de artes marciais antes da tragédia – deitado na pista em temperaturas de -5°C até que o maquinista que passava parou “para salvar a vida do meu filho”.

O motorista disse: “Notei uma grande mancha escura com o canto do olho e pensei que era solo não coberto de neve, quando de repente ele se moveu.”

“Foi uma pessoa que de alguma forma se levantou do chão e se afastou da pista”.

Garoto de 11 anos perde as duas pernas após uma manobra mortal de surf em um trem
Foto: (reprodução/internet)

A princípio ele pensou que fosse um sem-teto que tentara cruzar os trilhos.

Mas ele disse: “Quando cheguei mais perto, percebi que era um menino deitado com o rosto para baixo na poça de sangue.”

“Dizer que fiquei chocado é não dizer nada. Essa história precisa ser ouvida da forma mais ampla possível.”

“As crianças simplesmente não percebem que um trem, mesmo quando se move em baixa velocidade, cria uma força que pode puxá-las por baixo.”

Atividade suicida

A mãe tornou o caso público depois de observar seu filho em um respirador por duas semanas.

“É um milagre ele ter sobrevivido por tanto tempo”, disse ela.

“Ainda não consigo acreditar que ele permaneceu são depois do que aconteceu com ele.”

Eu nem sabia sobre surf de trem antes disso acontecer.”

“Quanto mais leio sobre isso agora, mais me sinto mortificado.”

Garoto de 11 anos perde as duas pernas após uma manobra mortal de surf em um trem
Foto: (reprodução/internet)

Os detetives que trabalham em seu caso comparam a atividade ilegal a repugnantes “grupos da morte” que tentam levar adolescentes ao suicídio, disse ela.

“Eu vou lutar contra isso,” ela jurou.

“Os trilhos de toda a Rússia estão literalmente encharcados de sangue de criança e ninguém está tentando impedir.”

Os médicos dizem que ele continua em estado crítico no hospital.

Investigadores estaduais de transporte dizem que estão investigando o caso, e um processo criminal foi iniciado por violação das regras de segurança no trânsito.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua 

Fontes: Mirror e The Sun