Empresa de foguetes enviou as cinzas de 100 pessoas para o espaço

As cinzas cremadas de 100 pessoas foram enviadas para o espaço sideral a bordo de um foguete da SpaceX na segunda-feira (3), como parte de um espetacular funeral espacial. De acordo com a CNN, as famílias das pessoas a bordo do foguete pagaram cerca de US $ 2.500 para enviar uma amostra dos restos cremados de seus entes queridos para o espaço. O foguete colocou em órbita um pequeno satélite com contém as cinzas dos falecidos, de modo que os familiares agora podem rastrear o objeto em tempo real através de um aplicativo. O satélite irá orbitar a Terra por cerca de quatro anos antes de se chocar com a atmosfera e se desintegrar.

Segundo a Elysium Space, a empresa por trás da ideia, as cinzas que estão viajando pelo espaço são provenientes de corpos de soldados veteranos mortos em combate e de entusiastas do setor aeroespacial, assim como falecidos cujas famílias “queriam celebrar o que sobrou do seu corpo no céu estrelado”.

Empresa de foguetes enviou as cinzas de 100 pessoas para o espaço

Modelo de mini-satélite usado para armazenamento das cinzas.

O “CubeSat”, pequeno satélite no qual as cinzas estão alojadas, pesa um pouco mais de 1 quilo e teve as iniciais das pessoas gravadas em sua estrutura. Entre os que estão a bordo, incluem-se as cinzas de James Eberling, um fotógrafo de 36 anos que faleceu em novembro de 2016. Sua família diz que ele era um entusiasta de mísseis e foguetes que frequentemente visitava a Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia, para fotografar os lançamentos.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.