Física maluca: A gota de Rupert

prince_rupert_glassdrop

Imagine um pedaço de vidro que você pode bater nele, mas não quebra, porém ao mesmo tempo ele explode como se tivesse carregado de TNT, só que ele não se despedaça do ponto de impacto, mas sim a partir do outro lado. Certamente você ficou meio perplexo e achou tudo isso uma baita loucura, contudo isso é a mais pura verdade.

Basta você conferir esse incrível vídeo feito pelo pessoal do Smarter Every Day e ficar maravilhado com esse truque incrível:




Como isso acontece?

Prince_Ruperts_Drop

Você deve estar se perguntando como funciona essa estranha gota de vidro e porque ela, em vez de quebrar no ponto de impacto, simplesmente explode a partir do outro lado, que parece não ter nada a ver com a batida?

Tudo começa com o vidro quente jogado na água fria. A camada mais externa do vidro, como pode-se ver no vídeo, rapidamente deixa de ficar incandescente e fica transparente, porém a parte mais interna continua quente e tenta se expandir, forçando a parte mais externa.

long_exposure_photograph_of_a_prince_ruperts_drop_exploding_prince_ruperts_drops_are_made_by_dro_BG2224

Assim cria-se uma guerra entre a parte externa e a interna. Uma empurrando a outra em direções diferentes, mas com o tempo o frio toma conta de tudo e o vidro fica sólido, só que a tensão entre as camadas continua ali. Isso faz com que o vidro fique extremamente duro e por isso ele não quebra com uma martelada. Todavia essa mesma tensão o deixa fraco, pois basta que apenas uma pequena parte do vidro se quebre, para que ele exploda, liberando a energia de toda aquele tensão em uma explosão.

É assim que funciona a gota de Rupert, um estranho fenômeno da física, que mais parece magia.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Receba mais em seu e-mail
Topo