Conheça os 3 passos para quem quer financiar o imóvel próprio [e não ter dor de cabeça]

ANÚNCIO

O sonho de ter a casa própria é comum para muita gente. Logo, o financiamento se torna uma das opções mais viáveis. A boa notícia é que hoje em dia dá para simular o crédito antes da compra. Se você não notou, aqui já damos os principais passos para financiar o imóvel próprio.

Agora, se você quer entender melhor sobre cada um desses passos, o ideal é continuar lendo. Afinal, os próximos tópicos serão para falar sobre o seu sonho, a opção do financiamento e a simulação dele. Tudo isso deve ser feito, na mesma ordem, por quem quer realizar essa meta.

ANÚNCIO

Os passos para o sucesso

É importante você saber, antes de qualquer coisa, que essa ideia de passos para o sucesso é muito simples e objetiva. Sendo assim, é de grande utilidade para quem quer comprar o próprio imóvel, mas não tem recursos para fazer isso à vista.

Portanto, independente do seu salário, do seu motivo ou do seu imóvel em vista, saiba que esses passos serão sempre os mesmos – imprescindíveis. Somente após isso você vai ter certeza de que está fazendo um bom negócio.

1 – O sonho

O seu sonho pode acontecer por vários motivos. Talvez você esteja noivo. Ou queira sair do aluguel que paga há tantos anos. Pode ser também que queira investir o seu dinheiro. Ou simplesmente sair da casa dos pais. E também pode ser que queira construir uma nova família.

ANÚNCIO

O fato é que por trás desse financiamento imobiliário, você que ter um objetivo. Até mesmo porque você vai ter que optar pelo financiamento, pela compra à vista, pela casa na planta, pelo apartamento pronto, pelo terreno em outra cidade ou coisas do tipo.

Logo, essa definição é importante. E considere traçar uma meta bem definida. Isso quer dizer algo como: onde você quer morar, tipo de moradia (casa, apartamento, fazenda, etc), com área de lazer, com vaga na garagem e até mesmo a opção de pagamento.

Somente após isso você deve ir para o próximo passo. E mesmo que você possa mudar de opinião, saiba que é importante ter essas questões respondidas inicialmente porque elas vão servir como base para a sua pesquisa seguinte.

2 – O financiamento

O outro dos passos imprescindíveis para financiar o imóvel próprio é a escolha ou não do financiamento. Nesse texto, estamos considerando que você não tem todo dinheiro à vista e vai comprar parcelado – podendo pagar em até 30 anos em alguns casos.

Agora, você também deve fazer um estudo detalhado. Porém, nesse caso, as suas perguntas serão todas voltadas para o financiamento: o tipo de cobrança de juros, o valor de entrada, a instituição financeira, a forma de débito, a opção de abrir conta em outro banco, etc.

Isso é importante porque todo mundo acha que todo financiamento de casa é igual. Mas, não é. Isso pode mudar de banco para banco, de pessoa para pessoa, de imóvel para imóvel. Inclusive, é bem legal você ter uma ideia de quanto poderá pagar por mês também.

Afinal, junto com a parcela do financiamento imobiliário, ao se mudar para a casa nova você terá novos gastos, seja com o valor do condomínio, com o valor das contas domésticas ou até mesmo para mobiliar o ambiente em que vai morar e viver.

3 – A simulação

Esse último dos passos que vai indicar os melhores passos para financiar o imóvel próprio talvez seja a grande cereja do bolo. É ele que vai te dizer se você está fazendo um bom negócio ou não. Logo, independente da sua escolha, saiba que vai ser necessário simular o crédito.

Somente após essa simulação você poderá ter a certeza de que terá condições reais de honrar com os seus compromissos e não fazer desse sonho um grande pesadelo. Se você não sabe, atualmente, muitos brasileiros perdem suas casas por falta de pagamento.

Então, na boa, que essa não seja uma história sua e que você não entre para essa estatística. Para isso, a simulação é o último dos passos dessa lista, mas é o primeiro passo para você ter a certeza de que está fazendo uma escolha correta.

A boa notícia é que dá para simular as parcelas, os juros, o tipo de financiamento tudo online, como vamos mostrar no último tópico deste artigo.

A simulação online

Quase todos os bancos atualmente permitem a simulação online de crédito, seja financiamento de casa, de carro, de moto e até mesmo de empréstimos, como o pessoal, o consignado, o para empresas, etc.

Portanto, você não tem desculpa para não fazer essa simulação, independente do banco ou do imóvel. Mas, como sabemos, a maioria das pessoas optam por imóveis que são parceiros da Caixa Econômica Federal.

Logo, temos aqui a página da Caixa para quem quer simular a compra de um imóvel. Nela, você terá que passar por 3 etapas de informações para fazer as contas da sua futura compra. Primeiro, vem os dados pessoais, depois as opções de crédito e os resultados por fim.

Você também pode se interessar por:

Simulando…

A gente fez uma simulação dessa para você ter uma ideia de como ela vai funcionar e no que vai resultar. Primeiro, você informa a categoria do imóvel, depois o valor aproximado dele e a cidade de localização.

Em seguida, vem: CPF, celular, renda da família, data de nascimento. Ainda é preciso responder a perguntas sobre: contato com a Caixa, anos de trabalho com FGTS, se será mais de 1 comprador, se tem conta na Caixa, etc.

Seguindo essa simulação, você vai ter as opções de financiamento que a Caixa possibilita para você. Assim sendo, são diversas opções, inclusive, o Minha Casa Minha Vida dependendo dos seus dados informados.

No nosso caso, escolhemos um imóvel novo no interior de São Paulo que custa R$ 200 mil. Com uma renda de R$ 3 mil e data de nascimento em 1986, tivemos a opção do Minha Casa Minha Vida.

E o financiamento possível foi de 360 meses, na tabela SAC e com entrada de 20% (R$ 40 mil). Os juros ficaram em 5.5% ao ano e os juros efetivos em 5.64% ao ano.  A primeira parcela ficará em R$ 886,61 nessa simulação. E a última em R$ 325,48.

ANÚNCIO