MOTOS – Aprenda como fazer o financiamento da Yamaha

A Factor 150 UBS é uma das motos mais buscadas e visadas da Yamaha. E hoje em dia está bem mais simples comprar uma, que é através dos pagamentos parcelados. Por isso, vamos falar agora sobre como fazer o financiamento da Yamaha, que torna essa compra possível.

Abaixo a gente tem as principais informações sobre esse tipo de compra. Existem tópicos que falam sobre o consórcio da Yamaha, as formas de contratação do produto e, inclusive, as taxas de juros que são cobradas.

MOTOS - Aprenda como fazer o financiamento da Yamaha

Para quem não sabe, o consórcio é uma forma inteligente de fazer compras de forma parcelada. Isso porque permite ao brasileiro comprar um produto de valor maior, como uma moto, e pagando parcelas que cabem no bolso.

O consórcio Yamaha

Através do consórcio da Yamaha, o interessado pode comprar uma Factor 150 UBS pagando várias parcelas. Por exemplo, no crédito convencional, que permite uma carta de crédito de mais de R$ 11 mil, o pagamento pode ser em até 72 vezes.

ANÚNCIO

Entre as opções estão: o pagamento em 25 vezes com parcelas de R$ 526, 36 vezes com parcelas de R$ 382, o pagamento de 50 vezes com valores de R$ 281, em 60 meses com valores de R$ 241 ou até 72 vezes pagando um valor de R$ 208.

Também tem o crédito TOP, que é outra forma de financiamento. Ela tem a vantagem de ter uma carta de crédito maior (de R$ 12 mil). E o pagamento pode ser em até 72 vezes também. Nesse caso, com o valor de R$ 226. Você pode ver todas as possibilidades aqui.

Como contratar o financiamento da Yamaha

Para solicitar o financiamento de um moto da Yamaha, o interessado precisa entrar em contato com uma das lojas da marca. Se você não sabe qual é a loja mais perto de você, saiba que tem uma lista das concessionárias no site da Yamaha.

Ou você também pode tirar dúvidas nos telefones: 0800-774-3233 ou no (11) 2431-6000. Outro contato é através do e-mail, através do sac.consorcio@yamaha-motor.com.br.

Agora, considere que a Yamaha sempre vai fazer uma análise de crédito para cada novo pedido que é feito. Por isso, quanto melhor e maior for o score financeiro, maiores as chances de aprovação. Lembrando que apenas maiores de 18 anos ou acompanhados podem pedir a participação no consórcio.

E as taxas de juros

A Yamaha não divulga no site o valor da taxa de juros. No entanto, todo interessado pode pedir esse valor durante a simulação que acontece quando se está em contato com a empresa. Nessa simulação dá para avaliar o CET, que é o Custo Efetivo Total.

E tem uma observação: no consórcio, de maneira geral, não se tem juros e sim taxas, como a administração. De qualquer forma, eles representam custos para o cliente.

Além disso, também dá para considerar que existem tributos no consórcio, sendo: o Cofins de 4%, o PIS de 0,65%, o ISS de 5%. E ainda pode ter um valor para a criação de cadastro, que tem uma tarifa de R$ 490. Para saber mais sobre os custos, acesse a tabela de tarifas do Banco Yamaha.

ANÚNCIO