Saiba como fazer o salário render mais nesse passo a passo

ANÚNCIO

É só passar alguns dias após você receber o seu salário para perceber que tudo já acabou, né. Paga uma conta aqui, outra lá e pronto. A conta bancária está zerada. Se essa é a sua realidade, continue lendo e saiba como fazer o salário render mais nos próximos meses.

Até mesmo porque jogar toda a culpa no seu patrão pelo quanto ele te paga não vai resolver nada. Até pode ser que o seu salário seja baixo, mas isso não é justificativa, viu. Logo, o que lhe sugerimos é uma mudança de comportamento simples, revendo as finanças dia a dia.

ANÚNCIO

Nesse conteúdo, você vai encontrar algumas dicas para que seu salário renda mais durante o mês seguinte. E cada dica é um passo para que você consiga sucesso nessa busca por uma vida financeira mais equilibrada, com menos contas e mais alegrias.

A identificação dos gastos mensais

Para saber se está gastando o seu dinheiro de forma errada, a primeira coisa é saber para onde está indo o seu pagamento. Acredite: você não sabe tudo sobre isso. Exceto se tiver uma planilha financeira criada e preenchida agora mesmo no seu celular.

Se você responder que todo o seu capital vai para pagar contas, sem especificar exatamente quanto se paga em cada uma delas, é porque suas finanças estão bagunçadas. Acredite. Esse é um erro muito comum que a gente comete e quase sem perceber.

ANÚNCIO

Logo, anotar todos os gastos é a melhor forma para começar essa mudança de hábitos. E não se esqueça de nada: conta de água, de energia, da internet, dos empréstimos, das compras no mercado, dos remédios na farmácia e tudo mais.

Existem alguns aplicativos muito fáceis de usar para lhe ajudar nesta tarefa ou a planilha no Excel ou até mesmo a boa e velha caderneta de anotações, no caso de você ser alguém organizado.

A criação de um planejamento

Depois que anotar todos os seus gastos mensais, você vai conseguir visualizar de uma forma mais clara o quanto está gastando e onde está gastando também. Esse é o segundo passo para fazer o salário render mais.

Aliás, você já sabe qual é o seu salário? Então, antes mesmo das contas do próximo mês chegarem será possível se preparar com antecedência. Certamente, você irá encontrar excesso de dinheiro para certas áreas e déficit em outras. Assim, fazer a readequação é fundamental.

Além disso, alguns cortes deverão ser feitos essencialmente. Como o seu pagamento não vai aumentar no próximo mês e as contas vão chegar novamente, a solução é parar de gastar com coisas “desnecessárias” ou menos importante. Além de diminuir outros gastos.

A importância de ter o lazer

Outra parte crucial no seu planejamento é não comprometer tudo o que ganha de uma vez. É preciso deixar uma parcela sobrando para que consiga gastar com contas diárias e com você, pois você trabalha não só para pagar contas.

Então, tem que ter uma grana sobrando para comprar uma pizza de vez em quando ou até mesmo ir no cinema ou pagar a academia ou comprar um picolé na sexta-feira, etc. Isso é importante, ok?

Mas, cuidado com esses mimos. Afinal, eles devem estar totalmente controlados no seu orçamento, pois se não terá que retirar de algo mais importante e vai desequilibrar novamente o seu planejamento financeiro.

O cuidado com o crédito rápido e fácil

A forma com que usa seu dinheiro pode ser a solução para esse problema de nunca conseguir fazer o dinheiro render. Vamos supor que você utiliza muito cartão de crédito, cheque especial ou faz até empréstimos para conseguir fechar aquele mês no vermelho.

Essas medidas podem até resolver em um primeiro momento. Porém, são totalmente paliativas. Sendo que a situação vai se complicando com o passar dos meses por conta dos juros. E uma conta que já era difícil de pagar e vai ficando impagável.

Sendo assim, tentar negociar esses juros é uma forma para conter essa sangria. Pois essas dívidas não pagas acabam com todo seu planejamento. Como resultado, você acabará tirando dinheiro de contas essenciais.

A dica é a seguinte: a partir de agora, como forma de fazer o salário render mais nos próximos meses, você vai começar a não usar mais o cartão de crédito e nem o cheque especial. Logo, se não tiver dinheiro, então, você não compra. Simples assim.

A criação de uma reserva financeira

Para fechar o artigo, saiba que a criação de uma reserva vai importar em todos os passos acima. Porque se você tem esse dinheiro poderá usar para custear um gasto inesperado, seja a conta do carro que quebrou, a conta atrasada da água ou qualquer outra.

Logo, não tem saída melhor do que você começar a montar essa reserva. Aliás, ser um poupador não quer dizer que você vai passar necessidade e nunca mais vai comprar nada. Mas, é justamente saber guardar uma parte do orçamento para esse objetivo.

Dessa forma, isso resulta em algo como “usar seu dinheiro de forma consciente, sem extrapolar o limite que estabeleceu para aquele mês”. Um bom exemplo de ser um bom poupador é fazer compras apenas daquilo que é essencial e necessário.

fazer o salário render mais

Se você compra mais sapatos do que usa ou se tem muitas camisas que só usou uma vez, por exemplo, saiba que está no caminho errado. Além disso, é uma boa hora para começar a pagar suas contas antes do vencimento e evitar os juros e as multas.

ANÚNCIO