Família encontra seu parente declarado morto, ainda vivo após invadir o necrotério do hospital

ANÚNCIO

A família de Sincelejo, na Colômbia, não acreditava que os médicos que contaram a eles que Juan Jose Munoz Romero, 67 anos, haviam morrido poucas horas depois de chegar ao hospital com problemas de pressão arterial.

A família de um homem declarado morto entrou em um necrotério em descrença – apenas para encontrá-lo vivo e respirando.

ANÚNCIO

A família colombiana encontrou Juan Jose Munoz Romero, 67 anos, acordado com os olhos abertos depois que uma de suas filhas se infiltrou no hospital.

Médicos no hospital da cidade de Sincelejo, na região caribenha de Sucre, Colômbia, declararam Romero morto poucas horas antes.

Família encontra seu parente declarado morto, ainda vivo após invadir o necrotério do hospital

ANÚNCIO

Mas sua família não podia acreditar e exigiu vê-lo.

Romero foi levado à clínica de saúde de Las Penitas com pressão súbita, segundo relatos da mídia colombiana.

O jornal local El Heraldo relata que os médicos da clínica disseram à família do paciente na segunda-feira, 6 de julho, que ele havia morrido apenas duas horas depois de entrar no hospital.

Mas, seus parentes não confiavam nos médicos.

Sua filha, que não foi mencionada nos relatórios, disse a El Heraldo que eles não tinham permissão para ver o corpo de seu pai por causa dos protocolos de coronavírus.

No entanto, mais tarde ela entrou no necrotério do hospital quando os médicos se distraíram e diz que encontrou o pai respirando e consciente por dentro.

Ela disse que os médicos de El Heraldo ainda tentavam convencê-la de que o pai estava morto e que ela estava vendo eram reações naturais vistas em pacientes após a morte.

O irmão dela, Martin, disse a El Heraldo: “Minha irmã não acreditou nessa resposta e decidiu levar o corpo dali e o levamos a outra clínica. Mas todo o tempo no necrotério o afetou e ele sofria de isquemia”.

A isquemia ocorre quando quando o suprimento de sangue para um órgão ou parte do corpo, especialmente o coração ou o cérebro, é muito baixo.

Família encontra seu parente declarado morto, ainda vivo após invadir o necrotério do hospital

Romero está sendo tratado na clínica de La Concepcion.

Nem a clínica Las Penitas nem as autoridades locais de saúde comentaram o caso na imprensa local.

A família está considerando tomar medidas legais contra a clínica.

Marlon David Rodriguez, sobrinho de Romero, disse à mídia local 24 Horas Noticias Sincelejo que seu tio havia testado negativo para o Covid-19.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Mirror

ANÚNCIO