9 Experiências perturbadoras com crianças que te deixariam indignado

Sabedoria e conhecimento não vêm para as pessoas do nada, elas aparecem depois de muitas tentativas e erros. Graças aos cientistas que não tinham medo de experimentos, erros, riscos e falhas, nosso mundo recebeu a lâmpada, um raio X, a primeira vacina e a decodificação do DNA.

Mas aprender a natureza humana é uma tarefa delicada e experimentos envolvendo a participação de crianças sempre causaram muitas controvérsias. Um pequeno erro pode levar a consequências terríveis para a vida de uma criança.

Nós do Minilua coletamos 9 experimentos que envolveram a participação de crianças e causaram muita turbulência. Muitos pesquisadores e cientistas foram longe demais em suas aspirações para aprender algo novo, mas graças a um deles o mundo conseguiu uma vacina contra a varíola.

1. ‘Bobo’ o experimento do boneco, ou como as crianças copiam o comportamento dos adultos

9 Experiências perturbadoras com crianças que te deixariam indignado

Em meados do século XX, um psicólogo chamado Albert Bandura decidiu descobrir até onde as crianças iriam copiando o comportamento dos adultos. Ele pegou um grande palhaço inflável, chamou Bobo e fez vários vídeos. Em um deles, um adulto estava abraçando o boneco e brincando com ele e no outro, ele estava repreendendo o boneco, empurrando e até batendo nele com um martelo de borracha.

Mais tarde ele dividiu as crianças em 3 grupos. Para um grupo, ele mostrou o vídeo sem violência, para o segundo grupo, mostrou o vídeo com violência e não mostrou nada para o terceiro grupo. Os grupos de crianças se revezaram entrando na sala onde Bobo estava sentado. Martelos de brinquedo e armas também estavam lá na sala.

As crianças que assistiram ao vídeo agressivo começaram a provocar o boneco sem hesitar. Eles repreenderam o boneco, chutando, batendo com martelos e ameaçando com uma arma. Os outros dois grupos não tiveram sequer o menor sinal de expressar violência.

O que esta pesquisa provou? As crianças imitam o comportamento dos adultos e às vezes fazem isso sem pensar. É por isso que se seus filhos começarem a usar palavrões, bater em outras crianças ou falar grosseiramente com seus avós, observe atentamente: quem eles estão imitando?

Clique em “Próximo” para ler mais experimentos.