Etiópia planta 350 milhões de árvores em um dia

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Todos os dias há mais pessoas em todo o mundo lutando contra a falta de árvores e os habitantes da Etiópia mostraram seu trabalho de reflorestamento. O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, liderou a iniciativa chamada The Green Legacy como um projeto para recuperar as áreas verdes deste país na África Oriental. Em 2000, apenas 4% do seu território estava coberto de floresta e por isso decidiram plantar o máximo de árvores possível.

Em 29 de julho, milhares de pessoas, incluindo estudantes, policiais, funcionários do governo e ambientalistas, reuniram-se em mais de mil pontos estratégicos com o objetivo de plantar 200 milhões de árvores. Eles não sabiam que excederiam muito esse número. Segundo o ministro da Inovação e Tecnologia, em apenas doze horas eles plantaram um total de 353.633.660 árvores jovens em todo o país.

Etiópia planta 350 milhões de árvores em um dia

Com essa quantia, eles ultrapassaram o antigo recorde de mais árvores plantadas em um dia. Em 2016, 50 milhões de árvores foram plantadas em 24 horas na cidade de Uttar Pradesh, na Índia, mas os etíopes superaram-nas em muito. Mesmo assim, a iniciativa Legado Verde ainda não recebeu reconhecimento oficial do Guinness World Book of Records. É claro que, para os cidadãos da Etiópia, não se trata de superar marcas, mas de combater os efeitos do desmatamento e da mudança climática.

O governo planeja reflorestar quatro bilhões de árvores em 2019 e até agora eles fizeram 2,6 bilhões. O diretor do Wood Science and Technology Centre da Napier University em Edimburgo, Dr. Dan Ridley-Ellis, aplaudiu essa grande conquista dos etíopes e disse que mais países deveriam tomá-los como exemplo:

Etiópia planta 350 milhões de árvores em um dia

“Esse feito realmente impressionante não é apenas o simples plantio de árvores, mas parte de um enorme e complicado desafio para levar em conta as necessidades de curto e longo prazo das árvores e das pessoas. O mantra florestal “a árvore certa no lugar certo” precisa cada vez mais considerar os efeitos da mudança climática, assim como a dimensão ecológica, social, cultural e econômica.”

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.