Minilua

Eternas promessas do futebol: Carlos Alberto #4

Continuando a série “Eternas promessas do futebol”, hoje falo de um jogador que é bastante talentoso, mas que devido a inúmeras lesões e falta de “consciência”, nunca conseguiu atingir o nível que demonstrava ter condições de alcançar no início da carreira.

Nascido em 1984, na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Carlos Alberto é talvez um dos jogadores mais polêmicos que o futebol carioca tem e já teve em sua história. Com uma carreira marcada por contusões, lances de craque, declarações, confusões e partidas apagadíssimas, o meia jogou fora a oportunidade de alcançar objetivos gigantescos.

Fluminense

Criado nas categorias de base do Fluminense, Carlos Alberto surgiu como promessa e logo virou realidade. Suas excelentes atuações pelo tricolor carioca acabaram por despertar o interesse do Porto.

Porto

A adaptação no futebol português não poderia ter sido melhor, Carlos Alberto tinha a confiança do treinador, na época, José Mourinho, e por isso ganhou destaque rapidamente. Seu maior feito no clube foi o gol na final da Champions League, competição essa que foi vencida pelo próprio Porto.

Após o sucesso no Porto, Carlos Alberto viu seu rendimento cair, com isso acabou voltando para o Brasil. O destino escolhido foi o Corinthians, clube esse que estava em alta e contava com um super time.

Corinthians

Ao lado de craques como Nilmar, Carlitos Tevez e Roger, Carlos Alberto foi um dos responsáveis pela conquista do Campeonato Brasileiro de 2005. O problema foi que as lesões, confusões e atuações apagadas fizeram com que o meia deixasse o Parque São Jorge e rumasse para o seu time formador, o Fluminense.

Retorno ao Fluminense

Nas Laranjeiras, Carlos Alberto reencontrou o bom futebol e conduziu o Fluminense ao inédito título da Copa do Brasil. Com boas atuações, o jogador foi vendido para o Werder Bremen da Alemanha.

Werder Bremen e São Paulo

Carlos Alberto nunca se firmou no clube alemão e por isso voltou mais uma vez para o Brasil, dessa vez o destino seria o São Paulo. Lá o jogador alternou bons e maus momentos, até que rescindiu com o tricolor paulista e acertou com o Botafogo.

Botafogo

No Botafogo, Carlos Alberto foi bem, mas problemas com salários atrasados e direitos de imagem vencidos fizeram com que o meia saísse antes do término do seu contrato. Necessitando de um talento para assumir o meio campo do time, o Vasco contratou o jogador.

Vasco

Com o Gigante da Colina na Série B do Brasileirão, Carlos Alberto viu a oportunidade de recomeçar a carreira. Sua temporada pelo Vasco foi sensacional, onde o jogador carregou o cruzmaltino nas costas e colocou o clube de volta na elite do futebol brasileiro.

Passada a Série B, as atuações de Carlos Alberto já não estavam no mesmo nível das anteriores. Jogando mal e com problemas de relacionamento com o presidente do clube, Roberto Dinamite, o meia foi emprestado ao Grêmio.

Grêmio e retorno ao Vasco

No tricolor gaúcho sua passagem foi relâmpago, assim como no Bahia. Em 2012 retornou ao Vasco após conversa e reconciliação com Roberto Dinamite. Após algumas boas partidas, o meia voltou a se lesionar com frequência e acabou dispensado.

Goiás e Botafogo

Após sair do Vasco, Carlos Alberto rumou para o Goiás, onde atuou apenas seis vezes e colecionou cartões amarelos. Dispensado do Esmeraldino, o jogador agora está no Botafogo. Tem atuado em bom nível nas últimas partidas, mas vê o seu clube cada vez mais próximo da Série B.

 

Espero que todos tenham curtido esse artigo, os comentários de vocês são muito importantes, por isso deixe sua opinião. Abraço!