Estrela do futebol Amputee, o futebol que é jogado de muletas de Manchester City

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Jamie Tregaskiss adora futebol. Quando ele tinha seis ou sete anos, ele chutou sua primeira bola e logo entrou em campo com os amigos. Levando para o esporte rapidamente, ele tinha 11 anos quando foi observado pelo Manchester City e colocado em uma pista para os profissionais.

Tragicamente, aos 13 anos, sentiu repentina dor e fraqueza na perna esquerda. No começo, ele encolheu os ombros como uma lesão no futebol que logo passaria. Quando Tregaskiss começou a sofrer rápida perda de peso e fadiga, os médicos decidiram investigar mais, eventualmente, descobriram osteossarcoma, um tipo raro de câncer ósseo.

Jamie Tregaskiss

Os médicos tentaram encolher o tumor, submetendo Tregaskiss à quimioterapia. Ele perdeu a escola e perdeu o cabelo, mas o procedimento não foi suficiente. Cirurgiões tiveram que amputar sua perna.

Triste por não conseguir jogar futebol durante o tratamento, ficou pasmo ao pensar que nunca seria capaz de realizar seus sonhos de se tornar um jogador profissional de futebol.

“Meus sonhos foram esmagados porque eu nunca pensei que havia uma maneira de me tornar um profissional.”

No hospital, Tregaskiss encontrou outro paciente amputado. Ele introduziu o atleta caído no mundo do futebol de amputados. Assistindo seu primeiro jogo, Tregaskiss ficou impressionado com o quão exigente e difícil o jogo parecia.

“Mas eu gostei e fui fazer uma vez que estava em forma o suficiente.”

O futebol de amputados é jogado de muletas, com atletas delimitando um campo levemente reduzido. Os jogadores têm que perseguir e chutar a bola, pular para dar cabeçadas e lutar contra outros jogadores, todos em uma perna.

Já treinado para ter um excelente controle de bola e senso de jogo, o Tregaskiss se tornou rapidamente um dos melhores jogadores de futebol de amputados.

Jogando pela equipe do Manchester City, ele agora viaja pelo mundo competindo na liga competitiva do esporte. Você pode ficar com ele em sua página de fãs no Facebook e no Instagram.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys