Este rato utiliza Ecolocalização e é basicamente um morcego sem asas

ANÚNCIO

Poderia ser o elo que faltava entre morcegos e roedores terrestres.

Apesar de noturno, o arganaz pigmeu chinês tem uma visão muito ruim. Em vez disso, eles usam a ecolocalização para disparar pelo mato da floresta, evitar predadores e buscar comida.

ANÚNCIO

Seus olhos estão quase inúteis. As dobras na retina distorcem as imagens projetadas nas pupilas, de modo que elas quase não têm capacidade de focalizar os olhos. Eles só podem dizer a diferença entre a luz do dia e a escuridão.

Este rato utiliza Ecolocalização e é basicamente um morcego sem asas

Apesar de sua limitação ocular, eles não têm problemas para navegar em dosséis arbóreos, falésias pedregosas ou grama espessa.

ANÚNCIO

Ao emitir sons sonoros ultra-sônicos e, em seguida, ouvir atentamente o som refletido, eles não podem apenas sentir perfeitamente o ambiente circundante sem luz, mas também podem “ver” no alto, atrás deles e nos cantos.

Essa ecolocalização é a mesma habilidade que os morcegos usam para navegar no céu noturno e caçar pequenos insetos voadores.

echolocation diagram

Os cientistas até pensam que esses arganazes poderiam ser o elo que faltava entre os morcegos e os ecolocadores terrestres que poderiam decidir se os morcegos desenvolveriam a ecolocalização antes ou depois da fuga.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys

ANÚNCIO