Este padre acusado de abusar de mais de 50 crianças não foi para a cadeia, mas não escapou da Justiça Divina

Um sacerdote de uma Igreja Católica foi acusado de abusar de 50 crianças, onde com o passar dos anos as reclamações tendiam a aumentar.

Não muito tempo atrás muitos casos importantes se reuniram na Irlanda, Alemanha e EUA, onde as autoridades encontraram sacerdotes culpados com centenas de acusações de pedofilia.

Normalmente, os sacerdotes ficam impunes porque dentro do ambiente mantem o segredo que torna os casos de teste muito difíceis.

1

Assim, alguns anos atrás, surgiu a história de Felix Miranda, um padre em Chiapas, México que foi preso pelas autoridades locais, tendo recebido várias acusações contra ele se tornou conhecido por ter abusado de mais de 50 crianças.

2

Ele tinha bastante sorte e não foi levado para a cadeia por falta de provas concretas e depois de ser preso, teve de ser solto quase que imediatamente.

3

Ele pensou que tinha escapado da justiça, mas como dizem a justiça divina não falha

4

Algum tempo depois, o padre foi excomungado, como seu primeiro castigo

5

Um dia, o ex-padre começou a sofrer de dores nas costas e foi hospitalizado, ele descobriu que sua coluna tinha desvios nunca visto antes e várias fraturas graves. Suas costas se deformaram de modo a recriar a imagem de um crucifixo, e segundo ele próprio já sabia do que se tratava.