Estátua do Cristo Redentor iluminada com bandeiras de países atingidos por Coronavírus

ANÚNCIO
ANÚNCIO

As bandeiras de países com casos confirmados de coronavírus foram projetadas na estátua do Cristo Redentor, como um sinal de solidariedade com as nações afetadas pelo vírus.

Estátua do Cristo Redentor iluminada com bandeiras de países atingidos por Coronavírus

A icônica estátua de 38 metros, situada no topo da montanha do Corcovado, no Rio de Janeiro, foi iluminada por uma colcha de retalhos de bandeiras de todo o mundo como parte de um show de luzes na noite de quarta-feira (18 de março).

O visor também incluía a mensagem ‘Orar juntos’, escrita em diferentes idiomas.

O evento – que viu o Bispo do Rio de Janeiro liderar uma cerimônia de oração – foi fechado ao público, com acesso limitado aos membros da mídia.

As bandeiras representavam as nações atingidas pelo Covid-19, que já custou a vida de 10.000. O número total de casos confirmados globalmente aumentou para mais de 240.000.

Houve seis mortes no Brasil, com 621 casos no momento da redação destea matéria.

A estátua do Cristo Redentor é um marco mundialmente famoso, que atrai regularmente visitantes; no ano passado, recebeu quase dois milhões de pessoas.

No entanto, o site foi fechado na terça-feira e não será reaberto por pelo menos uma semana.

A homenagem desta quarta-feira foi recebida com elogios de todo o mundo, com muitos nas mídias sociais dizendo que era um símbolo de esperança.

Ilir Meta, presidente da Albânia – onde atualmente existem 64 casos confirmados – disse no Twitter que a exibição foi ‘inspiradora’.

Alguém disse que era ‘tão bonito’, enquanto outro comentou para dizer: “Excelente ideia … é linda!”