Esses vídeos virais eram FAKE e você não sabia

A internet está cada vez mais acessível para a população, e junto disso, os memes começaram a pipocar em todos os cantos do mundo. São muitos os vídeos que acabaram se tornando virais, mas alguns deles, por mais que a princípio não pareçam, na verdade não passam de uma mentira de seus criadores.

Não são poucos os exemplos de vídeos que circulam na internet como se fossem verdade, mas que na realidade, não passam de montagem. Os vídeos são muito engraçados e fazem bastante sucesso na internet, e por isso, novas produções acabam surgindo até hoje. Confira nossa lista especial sobre vídeos que na verdade são fake.

Esses vídeos virais eram FAKE e você não sabia
Foto: (reprodução/internet)

Será possível conferir, no artigo a seguir, os seguintes tópicos:

  • Alguns dos vídeos mais famosos da internet nos últimos anos;
  • Explicações mostrando o porquê deles serem fakes;
  • Muito cuidado na hora de compartilhar vídeos fakes.

Bolinhas separadas por cores através da física quântica

O primeiro vídeo da lista se tornou viral a pouco tempo atrás, mas ainda engana muita gente na internet. A produção mostra uma grande quantidade de bolinhas caindo em um local de vidro, e os objetos acabam se separando por cores, sozinhos, como será possível conferir no vídeo.

A explicação que se espalhou na internet, é que, por conta do som que cada uma das bolinhas emite, influenciado por sua cor, uma de coloração igual acabaria atraindo as semelhantes, e dessa maneira, os grupos de bolinhas, formadas pela mesma cor, acabaria se formando.

No entanto, isso não passa de mentira. O criador do vídeo já admitiu que fez tudo isso com edição, e que na verdade, as bolinhas eram todas da mesma cor. Porém, algumas pessoas acreditam até hoje que a física quântica é a grande responsável pelo feito.

Criador do vídeo fez tudo isso para brincar

Antes de postar o vídeo, o próprio criador havia indicado que iria brincar com a imaginação de algumas pessoas, falando que queria ver até onde eles conseguiriam chegar com as teorias da conspiração. No entanto, não imaginou que as pessoas acabariam acreditando.

O vídeo repercutiu bastante, mas o criador acabou desmentindo novamente, mostrando até mesmo imagens que mostram que tudo aquilo não passava de montagem. Por conta disso, lembre-se sempre de checar na internet se as coisas são reais mesmo ou apenas edições feitas em computador.

Águia tenta capturar bebê humano

Que as águias são as maiores predadoras do ar todo mundo sabe, e muito dificilmente uma presa consegue escapar de seu ataque mortífero. Já imaginou se elas resolvessem virar suas garras para nós? Foi o que supostamente aconteceu nesse caso.

A águia tentou carregar uma criança humana, mas após não conseguir voar, devido ao peso da criança, acabou deixando a presa de lado. O vídeo correu o mundo, e muita gente acabou compartilhando o ocorrido nas redes sociais.

No entanto, para a sorte da criança, o vídeo é fake, e não passou de um trabalho acadêmico de uma universidade no exterior. Porém, muita gente ainda não sabe disso, e ainda têm medo de deixarem seus bebês próximos de locais com águias por perto.

Meta era repercutir, mas nem tanto

O vídeo foi feito por um grupo de estudantes, como trabalho no curso de Computação Gráfica. O objetivo era atingir 100 mil visualizações no vídeo, que deveria se tornar viral na internet. Contudo, em apenas 1 dia, a produção original já ultrapassava 17 milhões de views.

Atualmente, o vídeo original já tem mais de 45 milhões de visualizações, e ainda tem muita gente que se engana com o ocorrido. Porém, para a sorte dos papais de plantão, águia não atacam bebês humanos (ao menos até onde sabemos).

Pinguim dá tapa e derruba o outro

Outro vídeo que fez muito sucesso recentemente foi o de de um pinguim dando um tapa e derrubando seu companheiro. O vídeo rodou o mundo, rendeu uma série de memes nas redes sociais, no entanto, não passa de uma montagem

A produção é muito engraçada, porém, o pinguim que dá o tapa no outro, na verdade, não existe. Foi feito em computação gráfica, e foi adicionado ali apenas para dar mais graça ao vídeo. O pinguim que caiu é a única coisa real no vídeo.

Porém, ele havia simplesmente tropeçado sozinho, não havia sido derrubado por ninguém. Esse é o tipo de montagem que não carrega maldade alguma, e por mais que seja fake, o máximo que fez foi causar algumas gargalhadas em quem assistiu.

Como descobriram que o vídeo era fake

O primeiro ponto que acabou dedurando que o vídeo era fake foi a sombra dos pinguins. Quando elas se unem, se tornam mais escuras, no entanto, sabemos que isso não é possível. Quando duas se sobram se unem, elas ficam simplesmente da mesma cor.

Além disso, encontraram o mesmo vídeo, com o pinguim do lado oposto, e colocando o pé para que o outro caia, não dando o tapa. Por conta disso, descobriram a farsa, porém, temos que admitir que essa montagem é realmente muito bem feita.

Homem vai dar um mergulho e dá de cara com tubarão branco

Esse vídeo viral acabou causando pavor em muita gente na internet. Curtir uma praia, sozinho ou com os amigos, é sempre uma atividade muito prazerosa, mas e quando ela envolve um tubarão branco no mergulho? Aí a situação passa a ser desesperadora.

O sujeito no vídeo mora na Austrália, e registrou o momento em que caiu na água e supostamente deu de cara com um tubarão branco. Porém, o vídeo não passava de um experimento feito por uma empresa com sede no mesmo país onde o caso aconteceu.

Uma empresa da Austrália estava testando o alcance de vídeos fakes na internet, e esse foi apenas um dos que eles criaram. O vídeo repercutiu muito, e foi o suficiente para deixar muita gente que já tinha medo de tubarão, com mais medo ainda de entrar no mar.

Pessoas não são o aperitivo favorito dos tubarões

Apesar de muita gente ter essa imagem na cabeça, os humanos não são o aperitivo favorito dos tubarões. Temos muitos ossos e pouca gordura, o que faz com que o animal não tenha muito interesse em nos atacar. No entanto, ainda pode acontecer.

Mas tudo isso é apenas por curiosidade, afinal, ele quer saber que animal “diferente” é aquele na água. Muitas das vezes eles apenas dão uma mordida e soltam a pessoa, e, por mais difícil que isso seja, o mais indicado a se fazer, quando um tubarão se aproxima de você, é ficar parado.

Vídeo onde Diretor Geral da OMS aparece no bar

A pandemia acabou mudando todo o cenário global, e exigiu que a população adotasse o distanciamento social como medida preventiva para evitar o contágio pelo vírus. Mas e se o diretor da OMS (Organização Mundial de Saúde) não adotasse as medidas? Foi isso o que supostamente aconteceu no vídeo.

O vídeo mostra Tedros Adhanom aproveitando para se divertir em um bar, em Santos, no entanto, não passou de uma mentira inventada durante a pandemia. A produção circulou o mundo com a legenda “Até o Diretor Geral da OMS desistiu da quarentena”.

A gravação fez muito sucesso e foi encaminhada aos montes nas redes sociais, principalmente por pessoas que não apoiavam o distanciamento social. Porém, a postagem logo foi desmascarada, e a filmagem, na verdade, foi de um período anterior ao da pandemia.

Programa de TV dedurou que era vídeo fake

Apesar de realmente ser muito semelhante, não é Tedros que se encontra na imagem. Além disso, na TV ao fundo, é possível visualizar que se passava o programa Domingão do Faustão, mais especificamente, o quadro Dança dos Famosos.

Nele, é possível visualizar Marcella Fogaça e Joaquim Lopes, casal que participou da edição de 2020 da competição. O grande problema é que o programa foi ao ar em 16 de fevereiro do mesmo ano, período em que muitos julgavam ser improvável que o vírus se espalhasse no país.

Garoto perde a linha após ter conta no World of Warcraft apagada

Um dos vídeos que mais fez sucesso na internet nos últimos anos foi o do garoto que surtou completamente após sua mãe ter deletado sua conta no World of Warcraft. O rapaz tem um comportamento explosivo com isso, e só conferindo o vídeo para entender tudo o que ele fez.

Se bateu, esperneou, gritou e fez tudo o que mais tinha direito. No entanto, foi descoberto que o vídeo não passava de fingimento, com ele e seu irmão passando por situações dessas comumente no YouTube.

Porém, pouca gente sabe que esse vídeo é fake, com muitos pais, ao verem a reação, afastando seus filhos de videogames para evitar que o mesmo acontecesse. A brincadeira acabou passando um pouquinho dos limites com isso.

Os dois irmãos acabaram se entregando

Ninguém suspeitaria que o vídeo era fake, no entanto, ao checar o canal deles no YouTube, eles repararam que o garoto tinha nada menos do que 36 vídeos de surtos no perfil, o que já tornou a situação um pouco difícil de se acreditar.

Contudo, o que entregou os garotos de fato foi que eles postaram dois vídeos diferentes para gravar a mesma reação, como se o primeiro não tivesse ficado bom e eles quisessem regravar de novo. Tentaram apagar, no entanto, muita gente já havia notado que não passava de mentira.

Urso perseguindo ciclista na floresta

Outro vídeo que fez muito sucesso, e que na verdade não se trata de um acontecimento real, é o do urso perseguindo um ciclista na floresta. O homem na bicicleta estava utilizando uma GoPro no momento em que filmou a suposta perseguição do animal.

No entanto, especialistas notaram uma luz solar incomum quando o urso aparece no vídeo, além de que ele estava em definição que parecia diferente do restante do vídeo, que não estava focado. Outro ponto apontado é que o urso não conseguiu alcançar o ciclista.

Apenas a título de curiosidade, esses ursos conseguem correr a até 65 km/h, e é bem improvável que o ciclista tenha alcançado essa velocidade no vídeo. Isso, aliado aos outros pontos, convenceram a todos que o vídeo não passava de uma montagem.

Muito cuidado na hora de espalhar vídeos fakes

Sabemos que muitas pessoas podem produzir vídeos do tipo apenas para divertimento, como no caso do pinguim, e isso não tem mal algum, no entanto, alguns elementos mal intencionados podem acabar utilizando isso como arma para desmoralizar outras pessoas.

Quando ver que se trata de um assunto sério, o mais indicado a se fazer é checar se o vídeo é verdadeiro ou não, antes de enviar. Dessa maneira, você colabora com a verdade e evita ficar com fama de mentiroso entre pessoas próximas.