Entrevista emocionante final de Diego Maradona leemias antes da morte trágica da lenda

ANÚNCIO

Diego Maradona certamente viveu plenamente – mas ainda temia que nem sempre seria amado.

Maradona faleceu tragicamente após sofrer uma parada cardíaca em sua casa na Argentina.

ANÚNCIO

O presidente argentino declarou três dias de luto nacional com homenagens vindas de todo o mundo ao icônico vencedor da Copa do Mundo.

Última entrevista 

Maradona, que adoeceu quando completou 60 anos em 30 de outubro, deu o que seria sua última entrevista ao jornal argentino Clarín alguns dias antes.

Durante o bate-papo, ele admitiu que, antes de retornar ao futebol como técnico do Gimnasia, às vezes se perguntava “se as pessoas ainda vão me amar”.

ANÚNCIO

Mas em um momento reconfortante de realização no que provou ser seus últimos anos, ele “sentiu que o amor pelas pessoas nunca vai acabar.”

Ele disse: “Serei eternamente grato ao povo. A cada dia me surpreendem, o que vivi nessa volta ao futebol argentino jamais esquecerei.”

Entrevista emocionante final de Diego Maradona leemias antes da morte trágica da lenda
Foto: (reprodução/internet)

“Excedeu o que eu poderia imaginar. Porque estive fora por muito tempo e às vezes me pergunto se as pessoas ainda vão me amar, se continuarão a sentir o mesmo.”

Medo de não ser mais amado

“Quando entrei em campo em Gimnasia no dia da apresentação, senti que o amor pelas pessoas nunca vai acabar.”

Questionado sobre se tinha algum arrependimento de sua vida, ele disse: “Eu fui e estou muito feliz.

“O futebol me deu tudo o que tenho, mais do que jamais imaginei. E se eu não tivesse esse vício, poderia ter jogado muito mais.”

“Mas hoje isso passou, estou bem e o que mais lamento é não ter os meus pais.”

Entrevista emocionante final de Diego Maradona leemias antes da morte trágica da lenda
Foto: (reprodução/internet)

Últimos desejos

Questionado sobre seu desejo para a Argentina, ele acrescentou: “Meu desejo é que esta pandemia passe o mais rápido possível e que minha Argentina possa seguir em frente.”

“Quero que todos os argentinos estejam bem, temos um país lindo e tenho certeza de que nosso presidente saberá nos tirar deste momento.”

“Fico muito triste quando vejo crianças que não têm o suficiente para comer, sei o que é passar fome, sei o que é sentir quando não se come há vários dias e isso não pode acontecer no meu país.”

“Esse é o meu desejo, ver os argentinos felizes, com trabalho e comendo todos os dias.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte Mirror

ANÚNCIO