Enigma de Domingo: A Travessia do Rio #4

00000000

Há um tempo atrás demos início a uma nova série aqui no Minilua, a cada domingo um novo e diferente enigma será lançado como uma forma de entreter, divertir e instigar os leitores a pensar e compartilharem suas opiniões sobre as mais diferentes e complexas questões que aqui serão abordadas!

Resposta para o enigma do domingo passado:

O paradoxo do post de semana passada, é um derivado do Parodoxo de Deus, trazido para o mundo da física!

Esse truque é, antes de tudo, um truque de lógica. Vamos analisá-lo dessa maneira. A argumentação vai mais ou menos assim:

1 - Se Deus é onipotente, então ele pode fazer tudo;

2 - Se ele pode fazer tudo, então ele pode fazer até mesmo uma pedra que nem ele mesmo pode levantar;

3 - Mas se ele não pode levantar a pedra, então ele não é onipotente;

4 - E se ele não pode criá-la, então ele também não é onipotente;

5 - Logo, Deus não é onipotente, pois não pode criar uma pedra que nem ele mesmo possa levantar.

Na verdade, essa forma contém um erro, pois Deus poderia criar a pedra (1ª situação), enfraquecer a si mesmo (2ª situação) e chegar a um ponto onde a pedra original fosse tão pesada que ele não fosse mais capaz de levantá-la (3º momento). Portanto, Deus teria criado uma pedra que nem ele pode levantar.

A melhor forma de colocar a questão é a seguinte: pode uma força irresistível (capaz de levantar tudo) co-existir com um objeto inamovível (que nada pode levantar)?

O que Tomás e Lewis explicam é o seguinte: objetos existem, na realidade, em relações. E existem que relações que não são reais, por serem incompatíveis ou mutuamente excludentes. Esse é o caso da força irresistível e do objeto inamovível existindo ao mesmo tempo, pois a definição da existência de uma é a definição da exclusão da existência da outra.

É o mesmo que perguntar: “Pode existir um solteiro casado?” ou “Pode existir um círculo que é um quadrado?”. A definição de casado é de um homem que não é solteiro – ou seja, se você é solteiro, está excluído a possibilidade de ser, ao mesmo tempo, casado. A definição de ser um círculo exclui a possibilidade de ser um quadrado. E a definição de uma força irresistível exclui automaticamente a existência de um objeto inamovível, pois se existe um objeto inamovível, ela não é mais irresistível; e vice-versa. Isso é só um jogo de palavras, não algo real – se onipotência é fazer “tudo”, e “tudo” é o conjunto dos “algos” existentes no plano real, então essas contradições lógicas não são “algo”. São apenas erros mentais ou gramáticos na construção de uma idéia. Deus continua sendo onipotente.

Agora vamos ao enigma desta edição:

P.S. Só não vale pedir ajuda ao Google, tente descobrir sozinho, do contrário, o único que você estará engando é você mesmo!

Um pescador esta do lado de um rio, ele tem um barco e precisa levar um saco de milho, uma galinha e uma raposa para o outro lado, o barco só aguenta ele e mais alguma coisa (milho ou a galinha ou a raposa). Ele não pode deixar a galinha com o milho, porque a galinha comeria o milho, e nem pode deixar a galinha com a raposa, pois a raposa comeria a galinha… O que ele deve fazer?

00




A explicação sai semana que vem!

Receba mais em seu e-mail
Topo