Polêmica – descubra o que um empreendedor nunca deve vestir

ANÚNCIO

Quando falamos em empreendedores você pode pensar logo naquela pessoa com roupa elegante e executiva. Homens usam terno e mulheres blazers e assim por diante. No entanto, a gente sabe que hoje em dia existem vários tipos e perfis de empreendedores. Correto?

Então, seria presunçoso demais dizer que existe algum tipo de roupa que os empreendedores não devem usar, não é mesmo? Calma lá. A ideia aqui não é julgar ninguém e menos ainda dar lições de moda. Ok? O foco é apenas dar algumas dicas de etiqueta sobre roupas. E nada mais.

ANÚNCIO

Até mesmo porque muitos novos empreendedores possuem dúvidas sobre o que vestir para ir ao trabalho ou durante uma reunião de negócios ou em uma entrevista e assim por diante. Então, vamos tentar trazer uma claridade para essa escuridão de perguntas.

Afinal, não é raro a gente ver na internet essa dúvida que vem de muita gente que está pensando em abrir o próprio negócio ou uma nova empresa. Por isso, é um tema de interesse geral e pode ser o seu interesse também.

O papel dos empreendedores

A primeira coisa importante, como falamos lá na introdução, é a gente entender que existem vários tipos de empreendedores. E, mais do que isso, de um modo geral, todos são responsáveis por representar a empresa.

ANÚNCIO

Então, esses empreendedores possuem atividades como participar de almoços de negócios com futuros clientes e parceiros. Sem falar ainda das reuniões com funcionários, negociações com gerentes bancários, eventos de divulgação da marca e entrevistas para TV, etc.

De fato, portanto, existem peças de roupas que você, enquanto representante da empresa, nunca deve usar nessas ocasiões tão formais, especiais, importantes. Afinal de contas, quando temos uma empresa para representar, viramos a personificação dela.

O que nunca vestir

Imagine só a situação: a gente optar por vestir as roupas de acordo com tudo aquilo que uma empresa deve passar, como elegância e credibilidade. Então, nesse caso sim, nós acertamos como empreendedores. As palavras chaves são “elegância” e “credibilidade”.

Agora, por outro lado, saiba que nem todas as peças de roupa transmitem essas ideias. E é aqui que mora o grande problema. Logo, por mais informal que a empresa seja, considere ser importante ficar atento às vestimentas, do chapéu ao chinelo.

Ops. Chapéu e chinelo? Na verdade, tente criar a imagem de você indo até uma empresa e visse que todos os funcionários estivessem usando chinelos. Seria legal? Provavelmente, não. Isso porque os chinelos estão muito relacionados a momentos despretensiosos e informais.

Resumidamente, o chinelo é um simples exemplo de que ele não é uma peça indicada para o empreendedor que deseja passar uma mensagem de sucesso.

Na prática

Agora, vamos para a prática da conversa. Outra imagem que podemos criar é a de mulheres que usam shorts ou de homens que optam por bermudas durante um almoço com um cliente. Legal? Também, não, claro.

Afinal, há um bom motivo para você evitar esse erro: essas roupas estão fora de contexto. Talvez fossem boas peças para usar em um almoço de domingo, mas não em um almoço de negócios.

Quando o uso das roupas é considerado inconveniente, saiba que temos o que chamamos de impressões de informalidade. Então, não há nada melhor do que pensar em roupas mais indicadas.

Por exemplo, mulheres podem optar pelas saias em comprimentos mais longos. Já os homens devem considerar como peça o jeans escuro, a calça de sarja ou até mesmo as calças sociais, que também são aconselháveis para essas ocasiões.

Cuidado com a imprudência

Quase chegando ao fim, ainda podemos dar aqui alguns pitacos. E não que seja um texto machista, mas claro que as mulheres, por serem mais antenadas a moda, conseguem usar roupas com objetivos distintos e mais focados.

Por isso, vale lembrar que em todo momento de relação com os clientes ou em qualquer reunião, o ideal é evitar peças que tenham decotes ou transparências – o que podem significar que são sensuais. Obviamente, essa não é a melhor ocasião para esse tipo de roupa.

Lembrando que para o ambiente de trabalho as peças em tecidos que não marquem tanto o corpo e sem decotes são muito mais aceitáveis e formais.

Resumo da ópera

Por fim, para você não errar mais na escolha da roupa de empreendedor, tente pensar que as peças que você usa em casa, com a família, no churrasco, com os amigos, para passear com o cachorro, normalmente, são informais, ou seja, não são boas ideias para o trabalho.

empreendedor nunca deve vestir

Afinal de contas, elas passam uma mensagem de descontração e, por isso mesmo, não devem ser usadas para fazer bons negócios – porque comprometem a confiabilidade da sua empresa.

Saiba mais sobre as roupas no ambiente de trabalho

Recentemente, nós começamos a divulgar materiais focados nesse assunto e isso tem agradado muito os nossos leitores. Portanto, se você tem interesse no assunto, confira também outras matérias que já fizemos sobre isso:

E, mais recentemente, ainda fizemos um conteúdo falando do nap dress, que é um estilo de roupas que está muito em alta, justamente porque é considerado ótimo para esse período de pandemia. Agora, será que é uma boa ideia para se vestir para ir ao trabalho? Descubra.

ANÚNCIO