PROPAGANDA
PROPAGANDA

Empreendedor cria “batinopales”, para incentivar as crianças a comer legumes

PROPAGANDA

PROPAGANDA

Fazer crianças comerem vegetais é um desafio, mas esse engenhoso comerciante mexicano tornou isso possível com a ajuda do Batman.

Embora os adultos entendam que eles são nutritivos e necessários em uma dieta balanceada, crianças normalmente odeiam verduras, que os adultos muitas vezes tem que força-los a comer. Felizmente os tempos mudaram e agora as novas gerações são as que pedem a seus pais para comprar legumes.

Empreendedor cria "batinopales", para incentivar as crianças a comer legumes

Um dia, a acadêmica Teresa Rodríguez visitou o mercado de Ajusco Monserrat em Coyoacán, comumente conhecido como Mercado de La Bola, e encontrou lá um pacote de nopales (nopal é um nome comum em espanhol para Opuntia cacti. Existem cerca de cento e quatorze espécies conhecidas endêmicas do México, onde a planta é um ingrediente comum em inúmeros pratos da cozinha mexicana) que tinha a forma de Batman.

De acordo com Teresa, essa ideia de cortar os nopales é algo tão simples quanto útil, porque ela conseguiu que seu filho finalmente os comesse. Ele compartilhou sua descoberta no Twitter e logo o “batinopales” se tornou viral.

Empreendedor cria "batinopales", para incentivar as crianças a comer legumes

Esta invenção brilhante foi criada por Juan Antônio Aguilar, um comerciante  local. Ele conta que trabalha nesta indústria de verduras e legumes desde os seis anos de idade e que recentemente teve a ideia de cortar nopales para torná-los mais atraentes para as novas gerações.

Antônio diz que o neto de um dos seus clientes não queria comer nopales e pensou que talvez se tivessem de outra maneira ele poderia chamar a atenção da criança. Ele sabe que no mundo dos negócios todos precisam ser amados.

Empreendedor cria "batinopales", para incentivar as crianças a comer legumes

Além do batinopales, cacto em forma de Mickey Mouse também é vendido neste mercado. Antônio os corta com cortadores de biscoito. O que sobrou destes vegetais não é desperdiçado, mas é cortado e vendido separadamente.

Alguns clientes disseram a Aguilar que seus produtos se tornariam famosos e ele não acreditava nisso. Então começaram a chegar crianças acompanhadas por seus pais para comprar nopales e até adolescentes de 15 anos vêm para comprar estes bati-legumes.

Atualmente, eles vendem embalagens de oito peças embrulhadas em plástico, mas o dono da empresa de hortaliças diz que quer criar uma maneira mais ecológica de vendê-las. “Como eu digo, você tem que agradar o cliente”, conclui Antônio.

Empreendedor cria "batinopales", para incentivar as crianças a comer legumes

Os mexicanos não conquistam o mundo porque não querem. Esse homem conseguiu o impossível: que as crianças gostassem de comer nopales. E com essas formas divertidas, a verdade é que também queremos algumas batinopales.