É hora de abrir os olhos…

brasil1Com certeza, você parou para ver ou ouvir sobre as manifestações que estão acontecendo em nosso país. De início a massa foi às ruas lutar contra o aumento abusivo da passagem do ônibus, que sempre aumenta, mas nunca traz nenhuma melhoria no serviço para a população; a quantidade de ônibus não aumenta, as pessoas entram em veículos superlotados, sem conforto e muitas vezes correndo altos riscos. O que poucos entenderam é que o aumento da passagem do ônibus foi apenas o estopim, foi o ponto de partida para o povo sair de suas casas e lutar por uma vida sem abusos de um governo que sempre foi corrupto. Um governo que não governa para o povo, que não se preocupa com os direitos e necessidades de quem os colocou no poder.

Muitos representantes sequer estavam no Brasil quando tudo isso começou, por exemplo, Fernando Haddad, prefeito de São Paulo – que foi onde tudo começou – estava em Paris fazendo sabe-se lá o que… O fato é que mesmo tão longe ele mandou o seu recado e se referiu ao povo que lutava por um país melhor, como vândalos, pessoas que precisam ser punidas. Lamento por todas aquelas pessoas que votaram, todos aqueles que não tiveram a inteligência de anular seus votos, porque há muito tempo temos colocado pessoas como ele e até piores no poder, no comando de tudo o que é nosso! De tudo o que o povo tem construído, ou tentado construir.

A luta não é por R$ 0,20 centavos, arrisco a dizer que todas as pessoas que estão no manifesto são capazes de pagar os tais R$ 0,20 centavos. O fato é que o povo acordou, temos percebido os absurdos que temos tido que aceitar nos últimos tempos. Está mais do que claro que o brasileiro cansou de se calar.

Não somos a favor do vandalismo, o manifesto deve ser pacífico, mas se tivermos que lutar contra policiais que atiram primeiro e covardemente, lutaremos. Também já nos cansamos da mídia, que produzem esses jornais podres que nos chamam de baderneiros. A TV não mostra os policiais começando a agressão, mostram apenas a população se defendendo, mas como culpados.

A imagem abaixo deixa claro tudo isso que estamos falando, o jornal Folha de S.Paulo publicou uma matéria com o seguinte título:

folha1

Repare que os brasileiros para o jornal são vândalos, mas os turcos que também estão lutando por seus direitos, são ativistas. Isso porque o jornal tem o slogan: “Um jornal a serviço do povo.” Que povo?

A mídia vai manipular todas as informações, como sempre fez. Mas muitas pessoas boas gravaram diversos vídeos e tiraram fotos que mostram a violência dos policiais. Outra prova disso é o vídeo abaixo, que mostra um policial quebrando o vidro da viatura para culpar os manifestantes:

Uma foto marcante é a do ataque de um policial a um cinegrafista, o PM joga spray de pimenta no rosto do homem e o impede de gravar suas agressões ao povo:

1

Ontem, no RJ, por exemplo, aconteceu muita coisa lamentável. Grupos destruíram tudo o que encontravam pelas ruas, saquearam lojas, derrubaram placas e atacaram ônibus. Sinceramente, não acredito que eles estavam lutando por algo. Esses são grupos isolados que não sabem protestar, que estão mal intencionados, mas que infelizmente, meu querido governo, ELES SÃO FRUTOS DE UM PAÍS QUE GASTA MAIS COM FUTEBOL DO QUE COM EDUCAÇÃO! São frutos de um país onde os governantes roubam nosso dinheiro e o carrega em cuecas.

Está claro que não só a polícia brasileira, mas todo o governo está despreparado, eles não sabem lidar com esse tipo de situação. Os policiais, representantes do governo e não do povo, têm desrespeitado os direitos humanos e assim, muitas pessoas foram detidas simplesmente por fazer parte da manifestação ou por carregar vinagre; estudantes estão sendo feridos e muitas pessoas inocentes estão sendo atingidas:

2

Concordo que violência não nos leva a nada, não defendo o vandalismo, mas o povo precisa ver os dois lados da moeda. Há formas pacíficas de fazer um protesto e entendo que é esse o objetivo de grande parte da população.

Enfim, a ideia do post é mostrar quem está do lado de quem. É para lembrar o povo de que nem sempre podemos confiar na mídia, que não sabe mostrar os dois lados da situação, que apenas expõe as injustiças, que se refere ao povo que finalmente aprendeu a lutar por seus direitos, como vândalos.

Então galera, se vocês querem ter informações verdadeiras, desliguem a TV, fechem os jornais e revistas, fiquem com a internet, com os blogs e redes sociais, são nesses canais que o povo tem voz! São essas as fontes da verdade, onde o povo mostra as fotos, os vídeos e suas palavras de indignação.

Não escute a voz de quem quer destruir, vandalizar, atirar e matar nossos direitos. Não apoie os manifestantes que estão degradando as ruas, mas escute a voz daqueles que estão lutando por um país melhor, por um Brasil que dê valor ao seu povo. Esse é um momento histórico, nunca tanta gente foi às ruas lutar por um lugar melhor para se viver.

Ironicamente, muitos estados carregam em suas bandeiras, lemas que não são realidade em nosso país, são coisas que servem apenas para enganar a população. Como por exemplo, a bandeira do estado de São Paulo que diz: Non dvcor, dvco: “Não sou conduzido, conduzo”. Sérá?

Não se esqueça: NÃO é pelos R$ 0,20 centavos. É pelo direito de uma nação que não aguenta mais ser violentada, é por um povo que exige que a ordem e o progresso não façam parte apenas da bandeira do nosso país!

 BXK20468_brasil-oep-1800

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

E faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Reaja! Comente!
    Topo