Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

Há um número infeliz de pessoas atualmente vivendo em todo o mundo que estão enfrentando algumas das doenças mais raras e mais estranhas conhecidas pelo homem. Algumas delas são provavelmente desconhecidos por muitos de vocês, mas existem, e estão afetando a vida diária daqueles que têm o azar de ter seus sintomas. Existem tratamentos em alguns casos, mas nem todos são tão sortudos. Na verdade, a maioria não tem tratamento conhecido e ainda intrigam os médicos de todos o planeta.

Síndrome da Cabeça Explosiva

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

Síndrome da Cabeça Explosiva soa como algo saído direto de um filme de terror ruim, mas na verdade é uma doença séria que afeta milhares ao redor do mundo. Os sintomas da doença são barulhos criados no cérebro como uma bomba explodindo, uma arma sendo disparada, um estrondo de pratos ou outra forma qualquer enquanto se tenta dormir. Não há sintomas de dor, inchaço ou qualquer outro aspecto físico. Indivíduos com mais de 50 anos tendem a ser os portadores mais comuns, mas crianças de até 10 anos relataram ocorrências também.

Síndrome de Alice no País das Maravilhas

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

Síndrome de Alice no País das Maravilhas soa como algo que foi completamente inventado, mas não é, embora seja nomeado como homagem ao romance de Lewis Carroll. Os sintomas incluem alucinações, desorientação, dismetropsia ou distorção de tamanho. Os sintomas são comuns na infância, embora se tenha poucos relatos em indivíduos na adolescência. Os sintomas não são prejudiciais e desaparecem com o tempo.

Fasciíte necrosante

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A Fasciíte necrosante é uma doença rara que é comumente conhecida como doença carnívora. Esta infecção rara ocorre nas camadas mais profundas da pele e tecidos subcutâneos. Essas pessoas tendem a sentir uma dor intensa e criar um trauma grave. Os sintomas são bolhas, febre, fadiga e uma dor pior do que o esperado com base no aspecto da ferida. A cirurgia é a única maneira de remover o problema, infelizmente. As taxas de mortalidade são maiores do que 73 % se não forem tratadas.

Síndrome de Menkes

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A síndrome de Menkes afeta o nível de cobre dentro do corpo, levando a uma deficiência. Esse distúrbio recessivo é muito mais comum entre os homens, embora as mulheres também sejam capazes de adquiri-lo. Os sintomas tendem a começar mais tarde na infância, em casos raros. Tônus muscular fraco, características faciais, convulsões e cabelos quebradiços são os sintomas mais comuns dessa doença. O tratamento inclui remédios para cada tipo de sintoma, embora as injeções de cobre possam beneficiar o paciente.

Síndrome da Mão Alheia

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A Síndrome da Mão Alheia é uma doença neurológica extremamente rara que causa movimentos aleatórios da mão sem que o indivíduo saiba o que está acontecendo ou tenha algum controle. A pessoa pode pegar objetos e manipulá-los sem que eles saibam. Infelizmente, não há cura conhecida para a Síndrome da Mão Alheia. Os sintomas podem ser reduzidos e controlados, embora não exista uma garantia que não possam voltar com o passar do tempo.

Filariose Linfática

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

Filariose Linfática, também conhecida como elefantíase, é causada por um verme parasita. Os casos da doença não apresentam sintomas no início, embora os indivíduos desenvolvam maciças quantidades de inchaço nos braços, pernas ou genitais. A pele fica mais espessa e a dor pode ocorrer. O tratamento está disponível em alguns casos, incluindo antibióticos para tratar a infecção.

Síndrome de Cotard

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A síndrome de Cotard é uma doença mental rara, em que a pessoa afetada acredita estar completamente morta. Algumas pessoas aflitas, no entanto, acreditam que são completamente imortais. A esquizofrenia é bastante comum em muitos pacientes também. O tratamento geralmente envolve drogas farmacológicas. A hemodiálise tende a resolver todos os sintomas.

Epidermodisplasia Verruciforme

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A epidermodisplasia verruciforme, também conhecida como doença do homem-árvore, é extremamente rara e genética. Os pacientes apresentam máculas anormais avermelhadas no rosto, pescoço e corpo. Alguns casos apresentam lesões limitadas a apenas uma extremidade. Infelizmente, nenhum tratamento sério para EV foi encontrado. Vários tratamentos foram sugeridos, embora as excisões sejam a melhor opção disponível.

Fibrodisplasia Ossificante Progressiva

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

Fibrodisplasia Ossificante Progressiva tem sido chamada de Síndrome do Homem de Pedra. Essa doença rara é encontrada no tecido conjuntivo do corpo e é conhecida como uma mutação do mecanismo de reparo do corpo. Isso, infelizmente, faz com que o tecido fibroso cresça como osso quando danificado. Os sofredores são lentamente aprisionados pelo esqueleto dentro de seu próprio corpo. Não há cura conhecida para a doença.

Polidactilia

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A polidactilia é considerada uma das doenças mais comuns no desenvolvimento do nascimento. Uma em cada 500 crianças tem polidactilia. O dedo extra tende a ser nada mais do que um tecido mole sem osso. A cirurgia para remover o dígito extra é a única opção.

Argiria

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A Argiria é uma doença causada pela exposição excessiva a compostos químicos da prata. O pior sintoma da doença é a pele fica azul ou cinza-azulada. As áreas do corpo afetadas pela doença são de difícil detecção, embora algumas áreas possam ser localizadas, como em manchas de pele.

Síndrome de Proteus

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A síndrome de Proteus, também conhecida como síndrome de Wiedemann, causa o crescimento excessivo da pele e o desenvolvimento atípico do osso no corpo humano. Os tumores tendem a cobrir a maior parte do corpo dessas pessoas. Equipes de médicos na Austrália testaram uma droga para ajudar pacientes afetados pela Síndrome de Proteus, que foi considerada uma opção de tratamento eficaz.

Síndrome do Lobisomem

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

Síndrome de lobisomem, mais comumente conhecida como hipertricose, é conhecida pelo crescimento do cabelo sobre a maioria do corpo. Existem dois tipos conhecidos, incluindo generalizado, cobrindo todo o corpo e localizado, que abrange uma área muito específica. Não há cura, no entanto, mas você pode gerenciar os sintomas em pacientes.

Síndrome do Rosto de Leão

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A síndrome do rosto de leão, também conhecida como leontíase ossea, é incrivelmente rara. Isto é caracterizado por um crescimento excessivo dos ossos faciais e cranianos. Tecnicamente, a leontíase ossea não é uma doença em si, mas um sintoma de outras doenças combinadas. O aumento do tamanho do rosto dificulta as habilidades da boca, nariz e seus seios. A perda total da visão é comum, pois o nervo óptico é esmagado pelo osso.

Doença da Lampreia

Lista 15: Doenças mais raras e estranhas já conhecidas pela humanidade

A doença da lampreia era uma das doenças mais terríveis que se dizia estar se espalhando entre a população humana. No entanto, mais tarde foi revelado que era uma farsa viralizada por e-mails feita para assustar as pessoas com a ideia de uma parte do corpo ser substituída pela boca de uma Lampreia. Dizia-se que ela continha uma “boca de sucção dentada e semelhante a um funil” em várias partes do corpo, como no olho. Graças a Deus é uma fraude!