Minilua

Divórcios mais caros da história #3

Você já se perguntou quais são os divórcios mais caros da história? Nós sabemos. Em filmes de Hollywood geralmente tudo tem um final feliz, onde o mocinho salva o mundo, beija a garota, e eles vão viver felizes para sempre. No entanto, na vida real os casamentos de muitas celebridades, magnatas dos negócios, e pessoas glamourosas não são tão felizes e ideais como nos filmes (e geralmente, as conseqüências não são baratas).
Confira:

Mel e Robyn Moore Gibson (US$ 425 milhões)

Quando Robyn Moore casou-se com um desconhecido o pobre Mel Gibson por volta de 1980 ela nunca imaginou que se divorciaria vinte e seis anos depois e tomaria metade de sua fortuna, tornando-se cerca de meio bilhão de dólares mais rica. Seu divórcio continua a ser o maior da história de Hollywood.

Craig e Wendy McCaw (US$ 460 milhões)

O casal se conheceu na Universidade de Stanford e casou-se em 1974. Vinte e um anos mais tarde, o processo de divórcio foi iniciado com Wendy querendo se apoiar em um estilo de vida de $200.000 por mês.

Steve Wynn e Elaine Pascal (US$ 740 milhões)

Steve Wynn, diretor executivo da Wynn Resorts, casou-se com Elaine Pascal em 1963. Eles se divorciaram em 1986, mas casaram-se novamente em 1991, finalmente levando a um segundo divórcio em 2010. Elaine recebeu 11 milhões das ações da Wynn quando eles se divorciaram, totalizando US$ 740 milhões.

Adnan e Soraya Khashoggi (US$ 874 milhões)

O empresário saudito Adnan Khashoggi fez seu dinheiro com um traficante de armas para a família real Saudita. Em seguida, ele lançou sua compania Tríade, possuindo bancos, hotéis e imóveis em todo o mundo. Ele se casou com Soraya em 1961. Seu divórcio em 1982 resultou em um acordo de US$ 874 milhões aproximadamente.

Bernie Ecclestone e Slavica Ecclestone (US$ 1 bilhão)

Após vinte e três anos de casamento e dois filhos, o casal se divorciou em 2009 custando para o magnata de negócios cerca de 1 bilhão.

Rupert Murdoch e Anna Maria Torv (US$ 1,7 bilhões)

Depois de um casamento de 32 anos e três filhos, Murdoch e Torv decidiram se separar em 1998. Seu divórcio foi finalizado em 1999, deixando Torv com mais US$ 1,5 bilhões, incluindo US$ 110 milhões em dinheiro.

Rupert Murdoch e Wendi Deng (US$ 1,8 bilhões)

Murdoch se casou com Deng apenas dezessete dias após o segundo divórcio ser finalizado. 14 anos depois, ele estava pronto para repetir o processo. Deng levou cerca de US$ 1,8 bilhões com a separação.

Alec e Jocelyn Wildenstein (US$ 2,5 bilhões)

Mesmo que você nunca tenha ouvi falar dele, o seu divórcio é atualmente o segundo mais caro da história, a mulher obsessivamente vaidosa que fez várias cirurgias plásticas para ter um olhar como um gato ou tigre ou algo nesse sentido, se divorciou em 1997. A socialite de Nova York recebeu um imediato pagamento de US$ 2,5 bilhões de seu marido e US$ 100 milhões a cada ano durante os próximos 13 anos.

Dmitry Rybolovlev e Elena Rybolovleva (US$ 4,5 bilhões)

Dmitry, um Oligarca russo, conhecido como o “rei dos fertilizantes,” que também é dono do clube de futebol europeu AS Monaco, foi condenado por um juiz suíço no ano passado a pagar para sua ex-mulher uma quantia recorde que chocou o mundo. Elena esperava ganhar cerca de US$ 6 bilhões fora a fortuna de US$ 12,8 bilhões, que o marido dela tinha acumulado. Segundo a Associated Press ela acabou com “apenas” US $ 4,5 bilhões. Coitada.