Minilua

Divórcios mais caros da história #2

Você já se perguntou quais são os divórcios mais caros da história? Nós sabemos. Em filmes de Hollywood geralmente tudo tem um final feliz, onde o mocinho salva o mundo, beija a garota, e eles vão viver felizes para sempre. No entanto, na vida real os casamentos de muitas celebridades, magnatas dos negócios, e pessoas glamourosas não são tão felizes e ideais como nos filmes (e geralmente, as conseqüências não são baratas).
Confira:

Samathur Li Kin-kan e Florença Tsang-Chiu-wing (US$ 157 MILHÕES)

Samathur Li Kin-kan é um magnata imobiliário e um dos bilionários mais famosos e poderosos de Hong Kong. Ele tornou-se ainda mais famoso quando ele se divorciou de sua esposa porque ela se recusou a fazer um aborto. O valor foi e continua a ser o maior da história asiática.

Boris Berezovsky e Galina Besharova (US$ 160 milhões)

Boris Berezovsky começou sua carreira como professor ganhando apenas US$ 70 por mês na ex-União Soviética, porém mais tarde se tornou um dos mais poderosos empresários da Rússia. Casou-se com Galina Besharova em 1991, mas o casal se divorciou em 2010.

 

Michael e Juanita Jordan (US$ 168 milhões)

Estamos acostumados a ver Michael Jordan como uma lenda vencedora nas quadras de basquete, mas fora dela não foi o caso, embora a decisão de dividir os bens ser mútua. Juanita recebeu US$ 168 milhões no divórcio, junto com a custódia de seus três filhos e suas sete mansões em Chicago.

Michael e Maya Polsky (US$ 184 MILHÕES)

Quando Michael e Maya Polsky mudaram para os EUA em 1976, eles tinham apenas US$ 500 no bolso, mas seus corações estavam cheios de amor e esperança. Depois de trinta e um anos de casamento, Maya se divorciou de Michael, o fundador da Invenergy LLC, e saiu do tribunal com US$ 184 milhões.

Charles Fipke e Marlene Fipke (US$ 200 milhões)

Charles Fipke pode ter sido o primeiro homem a descobrir diamantes em Territórios do Noroeste do Canadá, mas sua ex-esposa, Marlene Fipke, não estava tão impressionada com ele. Depois que ela pediu o divórcio Marlene recebeu cerca de 20 por cento da companhia de Charles, US$ 123 milhões em dinheiro, e algumas outras coisas que totalizaram cerca de US$ 200 milhões.

Roman Abramovich e Irina (US$ 300 milhões)

Irina Malandina pediu o divórcio do magnata russo Roman Abramovich sob especulações não tão absurdas de que ele estava tendo um caso. Malandina foi atrás da fortuna de Abramovich, cerca de US$ 6 bilhões, mas ela deixou as cortes com cerca de US$ 300 milhões.

Robert Johnson e Sheila Crump (US$ 400 milhões)

Os referidos co-fundadores da BET foram casados ​​de 1969 a 2002. Robert se tornou o primeiro bilionário Africano, por isso, quando o casal se divorciou, Sheila recebeu cerca de US$ 400 milhões.