Leonardo DiCaprio salvou a vida de um homem que estava se afogando no Caribe

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Assim como Jack conseguiu salvar a vida de Rose em Titanic (1997), o ator que o interpretou se tornou um herói e resgatou um homem que poderia ter morrido afogado no mar. Felizmente, desta vez, Leonardo DiCaprio não precisou se sacrificar.

O ator principal de filmes como Era uma Vez em Hollywood (2019) também estrelou uma história de bravura e resgate no mundo real durante suas últimas férias. DiCaprio abandonou tudo para responder a um chamado de heroísmo.

Leonardo DiCaprio salvou a vida de um homem que estava se afogando no Caribe

Em 30 de dezembro, essa celebridade da sétima arte desfrutava de um tempo livre com sua namorada: Camilla Morrone e seus amigos, navegando pelo Caribe. Então o capitão do navio recebeu um sinal de emergência sobre um homem que havia caído de um barco.

Era Victor, um trabalhador francês do cruzeiro do Club Med, que se embebedara, caiu do barco e se perdeu por horas no mar, na área de St. Martin. O ator pediu que eles fizessem mudanças na rota que planejavam e fossem para aquele local para resgatá-lo.

Leonardo DiCaprio salvou a vida de um homem que estava se afogando no Caribe

Embora as condições marítimas não fossem as melhores e levassem várias horas para chegar, eles encontraram Victor flutuando no mar, meio inconsciente, e conseguiram salvá-lo antes que ele se afogasse.

Victor resistiu 11 horas no oceano e, quando foi resgatado, recebeu comida e água para se recuperar. Ele vestiu roupas secas e foi levado para a costa, onde uma equipe de emergência já estava esperando para atendê-lo.

Foi uma façanha muito feliz, porque, segundo o capitão do barco, encontrar um homem perdido no mar é tão improvável quanto ganhar na loteria duas vezes.

Leonardo DiCaprio salvou a vida de um homem que estava se afogando no Caribe

Se alguém sabe o que é estar perdido e flutuando no mar, esperando ser salvo, é Leonardo DiCaprio. Só que agora ele tinha mais do que uma porta de madeira para salvar quem precisava dele. Ele e todos os envolvidos nesse resgate merecem um grande aplauso de respeito.