Desmentindo mitos famosos #3

Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”, já dizia Goebbels, famoso Ministro da Propaganda de Hitler, um gênio do mal que conseguiu enganar todo o povo de um país usando as mais variadas artimanhas. E sua frase emblemática tem um grande fundo de verdade, pois muitas coisas que nós ouvimos as pessoas falando por aí acabam virando verdades, mas não são:




Memória de peixe-dourado

gold-fish

Existe uma lenda que circula o mundo inteiro dizendo que aqueles peixinhos dourados de aquário tem a memória supercurta, que dura apenas três segundos. Contudo não é bem assim. Os peixes dourados possuem uma memória bem mais longa, sendo capazes de lembrar de coisas que ocorreram há noventa dias.

Testes feitos com essa espécie revelaram que eles são capazes de aprender truques, como reconhecer sons e luzes, podendo lembrar do que aprenderam muito tempo depois.




O homem evoluiu do macaco

monkey man

A Teoria de Evolução, ao mesmo tempo que é uma das mais discutidas ideias de ciência, também é totalmente incompreendida por muitas pessoas.

Leia também: Ideias sobre a evolução que as pessoas entendem errado.

Muitos não acreditam nesta Teoria, pois não acham possível que o homem tenha evoluído do macaco, afinal ainda existem macacos. Para começar, o homem nunca evolui “do” macaco. Em segundo lugar, mesmo que o homem tivesse evoluído do macaco, o fato dos dois existirem não seria problema.

A teoria da evolução e diversos outros estudos (entenda melhor lendo: A história da evolução do homem que poucos conhecem) afirmam que o homem e alguns primatas, como os chimpanzés e bonobos, possuem um ancestral em comum. Esse antepassado não era um macaco, nem humano, mas sim uma outra espécie que viveu há milhões de anos. Conforme o tempo passou e as dificuldades de vida foram modificando essa espécie, ele acabou por se dividir em duas ou mais espécies. Até que depois de milhões de anos, essas duas espécies que surgiram acabaram ficando tão distante, que uma deu origem aos homens e outra deu origem a alguns primatas.

Ou seja, em algum momento do passo, os homens e os macacos eram de uma mesma espécie, mas isso não quer dizer que um evoluiu do outro, mas sim que evoluíram juntos, só que seguiram caminhos diferentes.




Comer e entrar na piscina

r0_248_4852_2987_w1200_h678_fmax

É difícil encontrar uma pessoa que nunca ficou esperando horas para poder entrar na piscina depois do almoço. Mas será que se jogar na água logo após comer realmente faz mal?

A resposta é sim e não. Na verdade, o grande problema não é a piscina em si, mas sim o exercício físico. Quando o corpo está digerindo algo pesado, como normalmente é o almoço, ele precisa bombear muito sangue para a região do estômago. Por isso uma movimentação muito forte pode fazer com que o corpo não seja capaz de fazer a digestão, o que pode causar problemas e mal-estar.

Outro problema, bem mais raro, pode ser o choque térmico. Quando alguém come algo quente e se joga na piscina fria, o corpo fica com sérios problemas. Ao mesmo tempo que precisa botar muito sangue na barriga, ele também precisa bombeá-lo para a pele, ajudando a evitar a hipotermia. Isso causa um stress grande ao coração e pode gerar algo chamado choque hipovolêmico, que é a situação onde os órgão vitais não recebem a quantidade mínima de sangue, podendo causar de um leve mal-estar até mesmo a morte em casos extremos.

Então se quiser entrar na piscina logo depois de comer, fique paradinho, apenas curtindo a água por um tempo e lembre de checar se ela não está muito fria.

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/desmentindo-mitos-famosos-3/index.html //-->