Aprenda como estruturar um cronograma de férias na empresa

Atualmente, não importa se você é empreendedor ou gestor da área de recursos humanos, o fato é que criar um cronograma de férias na empresa é algo saudável para manter a equipe motivada e para evitar conflitos entre toda a equipe de funcionários.

Por isso, o assunto é, de fato, importante. Sendo assim, o que será que a gente precisa fazer ou estudar para estarmos preparados para suprir a falta de um ou de mais profissionais que ficarão ausentes durante um período? Há alguns passos fundamentais para ter a resposta.

Logo, a gente foi atrás do que fazem algumas empresas e da opinião de especialistas. A conclusão é que esses tópicos listados abaixo podem ser os primeiros passos para uma decisão assertiva na criação desse cronograma.

As férias são importantes

De fato, é preciso entender e aceitar que as férias são importantes. Como assim? Não somente porque está na lei, mas ela deve ser cumprida porque é benéfica para a saúde física e mental do funcionário, do trabalhador, do colaborador e até mesmo do empreendedor.

Afinal, quem é que não gosta de uns dias de descanso, para curtir a família ou ficar à toa mesmo? Mas, não se trata apenas de “querer” ficar de férias. Uma pesquisa mostra que esses momentos funcionam como um “remédio para o ânimo” do profissional.

A conclusão foi da pesquisa Holiday Health Experiment (Experimento de Saúde nas Férias, em tradução livre). E tem mais: ela ainda mostra que “ficar fora do ar” por alguns dias do trabalho ajuda a diminuir a pressão arterial e o estresse, além de melhorar a qualidade do sono.

Por isso, com base nessa pesquisa da agência de viagens Kuoni, os benefícios das férias são muitos e precisam ser considerados. Ah, só para fechar o assunto da pesquisa, saiba que ela também diz que o ideal é estender esse período por pelo menos 15 dias após a viagem.

Está na lei

Além dos benefícios citados acima, há ainda a questão de que as férias são direitos dos trabalhadores. Isto é, está na lei. Assim sendo, o que se recomenda é que o empreendedor ou gestor não quebre a regra.

Mais do que isso, é aconselhável que ele consiga unir as necessidades do trabalhador com as da empresa. Por exemplo, combinando a melhor data para o descanso. Por isso, a importância de ter um cronograma de férias na empresa muito bem-feito.

Se o funcionário ficar feliz com a escolha, com certeza, esse será um passo para conseguir manter uma equipe motivada.

O planejamento da empresa

Mas, ao mesmo tempo em que vimos todos esses benefícios das férias, também não podemos negar que elas podem causar problemas na empresa, especialmente para quem fica a cargo de lidar com as tarefas acumuladas, por exemplo.

Aqui entra o assunto do cronograma de férias na empresa. Isso porque se não houver esse planejamento prévio, então, não haverá dúvidas de que a ausência de um profissional vai gerar sobrecarga na equipe. O primeiro resultado, portanto, será a queda na produtividade.

Christian Barbosa é um dos especialistas no assunto. Ele diz ainda que o bom planejamento foca na rotina dos funcionários. E, também, ajuda a evitar que haja acúmulos de trabalhos que possam vir a prejudicar qualquer área da empresa.

Recentemente, ele deu uma entrevista e falou que “o ideal é que o profissional que vai entrar de férias consiga antecipar ou agendar as atividades. Lembrando, claro, de priorizar os assuntos mais importantes”.

Contratar novos funcionários?

Ainda para completar a frase do especialista, ele considera que as empresas de menor porte podem ter problemas com isso – já que nem sempre vai ter quem consiga suprir as atividades do trabalhador em férias.

Nesse caso, outro profissional, o Donizetti Moretti, recomenda uma possível contratação temporária. “Quando o quadro de funcionários é restrito, é normal ter alguns funcionários extras para cobrir esses períodos”.

Aqui no MiniLua já falamos sobre as alternativas para contratar um novo funcionário quando alguém sai de férias. Se você tiver o interesse, poderá ler mais tarde: Funcionário saiu de férias – saiba a melhor forma de contratar um empregado novo.

A busca pelas melhores soluções

E para terminar esse conteúdo que fala sobre o cronograma de férias na empresa, o que a gente precisa falar que está em falta é sobre as soluções. Afinal, qual será que é a melhor para a sua empresa? Nesse caso, só tem um jeito de saber: estudando as possibilidades.

Contratar um novo funcionário

Paulo César Rocha de Souza é um dos empresários que se fez essa pergunta. Ele encontrou uma solução prática: contratar funcionários-chave que ajudam a cobrir as ausências da equipe. Assim, ele fez uma nova contratação, que é algo bastante comum de acontecer.

“Eu mantenho na minha empresa algumas pessoas extras. O objetivo é garantir que os processos continuem sendo eficientes durante o período das férias de um colaborador. Esses novos funcionários aprendem um pouco de cada função e estão sempre aptas a atuarem”.

Atuar no dia a dia da empresa

Outro ponto que o Paulo destaca é que ele, mesmo sendo o gestor, sempre atua no dia a dia da empresa. Assim, a produtividade não cai e ele consegue organizar melhor as ausências pelas férias quando elas acontecem.

Lembrando que ele também tem o seu período de férias. “Saio poucos dias da semana para resolver pendências fora da empresa. Mas, sempre deixo um período do ano para as férias, para viajar e curtir a família”, diz ele.

Férias na baixa temporada da empresa

O Francisco Eduardo é outro empresário que também encontrou uma solução eficiente para as férias da equipe. O que ele faz? Simples: concentra as férias dos profissionais no período de baixa temporada da empresa. Ou seja, quando a empresa produz menos.

“Quando eu faço a contratação de um novo funcionário, eu negócio com ele as férias para o período de baixa temporada. Dessa forma, a empresa não fica sem alguém nos períodos em que o movimento é muito alto”, explica.

Leia 8 dicas fundamentais para o empreendedor planejar as férias [dele e da equipe]

Sobre as próprias férias, o empreendedor diz que ainda não consegue tirar o máximo de proveito disso. Mas, já está estudando contar com a ajuda do irmão (gerente da empresa) para começar a programar as futuras férias sem preocupações.