Conheça 4 razões para você criar uma reserva de emergência agora

ANÚNCIO

A pandemia do coronavirus pegou todo mundo de surpresa. No entanto, a gente pode tirar algumas lições disso, não é mesmo? Do lado financeiro, o momento tornou-se propício para provar que a reserva de emergência é fundamental para qualquer pessoal, qualquer família.

Afinal de contas, muita gente que não tinha dinheiro guardado acabou tendo que recorrer aos empréstimos ou ficou em uma situação bem pior: passando necessidades básicas, seja com alimentação, higiene ou saúde, por exemplo.

ANÚNCIO

Ainda assim, montar uma reserva financeira pensando em novas pandemias pode parecer um exagero. E se você acha isso, tudo bem. Abaixo, você vai ver 4 razões para montar a sua reserva que vão muito além das crises mundiais – e são bem mais possíveis de acontecerem.

Para que a reserva de emergência?

Existem diversas respostas para essa pergunta. No entanto, como sugerimos no título do artigo, nós vamos escolher 4 respostas que são bastante óbvias – mesmo que pouca gente acaba considerando como importante.

Ah, só para ilustrar, rapidamente, a ideia da reserva, saiba que ela é como um tipo de seguro (de carro, de casa, de celular), na qual a gente faz sempre pensando em não usar. A reserva também é assim, com a diferença de que se não usar, o dinheiro continua sendo seu.

ANÚNCIO

1 – As doenças na família

Uma coisa que assusta demais o brasileiro tem a ver com doenças. Claro que a gente poderia falar do coronavirus, mas não. A ideia é falar de coisas mais simples, mais básicas e bem mais comuns. A gente sabe que com o passar dos anos aumenta a chance de ficarmos doentes.

Isso pode ser pela falta de exercício, pelo consumo exagerado de carnes e uma infinidade de motivos. No entanto, aqui o mais importante é saber que o sistema público de saúde não é dos melhores, apesar de ser gratuito.

Além disso, o sistema particular é bem caro. Sendo assim, manter uma reserva para custear esses momentos é uma ótima ideia. Sem contar que se você precisar comprar remédios (como anti-inflamatórios, antibióticos, ansiolíticos), isso vai afetar muito o orçamento atual.

2 – Os incidentes com o imóvel

Um segundo motivo bastante real é sobre os incidentes que podem acontecer em casa e que todo mundo está sujeito. Ainda que você tenha seguro, ainda que more em condomínio e ainda que seja muito cuidadoso, eles podem acontecer.

E não estamos falando da manutenção do imóvel, como a troca das lâmpadas, a pintura ou coisas do tipo. Mas, sim de coisas bem mais graves e emergenciais. Por exemplo, imagina só se um cano estourar, se a geladeira queimar ou se a máquina de lavar pifar?

Com certeza, você precisará fazer uma compra emergencial desses itens, que são chamados de essenciais por motivos óbvios, não é mesmo? Então, você até pode ter o cartão de crédito para parcelar, mas nada como comprar à vista e evitar ficar comprometido outros meses.

3 – Os problemas com os carros

Além das doenças e dos incidentes nos imóveis, outra das razões para você criar uma reserva de emergência tem a ver com o seu veículo, podendo ser carro ou moto. Aqui, o conceito segue muito próximo do que falamos no tópico acima.

Sendo assim, ainda que você tenha seguro e seja muito zeloso pela direção defensiva no trânsito, a gente sabe que todos nós estamos sujeitos aos acidentes. E isso pode envolver problemas financeiros muito graves, muito além do valor do conserto do carro.

Você pode ter que arcar com despesas dos envolvidos, além do conserto do carro e dos próprios medicamentos que vai ter que comprar para si mesmo. Enfim, além da questão pessoal e moral, há vários problemas financeiros envolvidos. Então, a reserva ajuda e muito.

4 – As incertezas do mercado de trabalho

Nos últimos meses, a gente tem visto um mundo de incertezas, não é verdade? Assim, notamos que até mesmo aqueles bons empregados estão perdendo seus empregos. Ao passo que muita gente teve que se reinventar.

E não é à toa que nasceram muitos empreendedores também. Aqui, a gente tem duas questões que podem ser resolvidas com um plano de reserva de emergência. Veja cada um dos itens abaixo e entenda.

A perda do emprego – para quem perdeu o emprego, nem sempre o seguro-desemprego será suficiente. Logo, a reserva acaba sendo uma forma de dar tempo para a pessoa encontrar uma nova profissão, um novo cargo, um novo trabalho.

Para empreendedores – quem empreende tem outro problema. É o fato de não terem direito a alguns benefícios, como do acerto de contas, do FGTS, etc. Então, se faz necessário a criação de uma aposentadoria própria. Sem contar que pode ter mês de baixas vendas, também.

As situações imprevistas acontecem, com todos!

Afinal deste conteúdo que você pode acompanhar 4 razões para você criar uma reserva de emergência, parece não ter ficado dúvidas de que, de fato, os incidentes, os acidentes, os imprevistos podem acontecer com todo mundo não é mesmo?

criar uma reserva de emergência

O que vai mudar é que aqueles que estiverem mais bem preparados vão conseguir sair melhor dessa situação. Por isso, enquanto você não enfrenta tais problemas, que tal começar a fazer o seu pé de meia para quando esse momento inoportuno chegar?

Aprenda como começar a investir do zero evitando esses 5 erros comuns

Você pode ter muita sorte na vida. Pode acreditar que Deus está no seu lado o tempo todo. E tudo isso é verdade. Porém, também acreditamos que você deveria fazer a sua parte, não acha? Pense nisso, considere essas razões e não deixe que a situação fique pior do que é.

ANÚNCIO