PROPAGANDA
PROPAGANDA

Estudo revela que as crianças de hoje não querem mais ser astronautas, mas sim Youtubers

PROPAGANDA

PROPAGANDA

Alguns anos atrás, quando perguntávamos a uma criança: “O que você quer ser quando crescer?”, e elas geralmente respondiam que astronauta, médico, veterinário, bombeiro ou uma estrela do esporte.

Mas os tempos mudam e agora, segundo um estudo da Lego, a empresa que fabrica brinquedos para montar, as crianças não querem mais nenhuma dessas profissões, mas sua aspiração na vida é se tornar um famoso youtuber.

Estudo revela que as crianças de hoje não querem mais ser astronautas, mas sim  Youtubers

A empresa de brinquedos pesquisou 3.000 crianças entre 8 e 12 anos, nos Estados Unidos, na China e no Reino Unido, e também 326 pais com filhos nessa faixa etária, para conhecer suas aspirações.

Os resultados mostraram que as crianças atualmente sonham em se desenvolver em algo relacionado à tecnologia, embora não como engenheiros ou algo assim, mas com um canal no YouTube e ganhando milhões de dólares para fazer vídeos.

Um terço dos entrevistados mencionou que seu sonho é ser um ídolo com milhões de seguidores e ‘likes’ na plataforma de vídeo, embora as respostas variem de acordo com o país de origem. Por exemplo, metade das crianças chinesas disseram preferir ser astronautas. Os americanos e os britânicos tinham uma maioria que se inclinava a ser youtuber.

Estudo revela que as crianças de hoje não querem mais ser astronautas, mas sim  Youtubers

Na China, a tendência é inversa do que nos outros dois países, e quase todos os entrevistados acreditam que em poucos anos será possível viver em outro planeta, 95% deles comentaram que estão interessados ​​em viagens espaciais, enquanto apenas 70% dos americanos e 63% dos britânicos estão interessados ​​em fazer uma viagem espacial.

Estes são os resultados da pesquisa no Reino Unido e nos Estados Unidos:

1. Vlogger / Youtuber

2. Professor

3. Atleta profissional

4. Músico

5. Astronauta

E estes para as crianças chinesas:

1. Astronauta

2. Professor

3. Músico

4. Atleta Profissional

5. Vlogger / Youtuber

São dois pontos de vista extremos e completamente diferentes, e a cultura de cada país com certeza tem influenciado a decisão dessas crianças.

Em 2017, uma pesquisa feita pela Fatherly com 1.000 crianças norte-americanas com menos de 12 anos revelou que a maioria das crianças queria ser médica, seguida por um veterinário, engenheiro, policial ou professor.