Minilua

As estranhas crianças animais

Na ficção existem várias histórias de crianças criadas por animais, como Tarzan e Mogli. E por mais incrível que pareça, esse tipo de coisa também ocorre na vida real!

Criados por animais

Quando um bebê chega ao mundo, seus pais precisam de uma dedicação sem igual para criá-lo até uma certa idade, onde ele adquire as habilidades necessárias para sobreviver ao mundo. Todo esse trabalho inclui questões de sobrevivência direta, como alimentação, higiene, mas também engloba todo o processo de ensinar as habilidades básicas de um ser humano “normal”, como fala, comportamento social, raciocínio lógico e coisas do gênero.

Mas o que será que ocorre quando uma criança não é criada por humanos?

Existem diversos casos documentados de crianças que foram abandonadas ou se perderam dos pais e acabaram sendo criadas por animais.

Quando isso ocorre com um bebê (e ele tem a sorte de sobreviver), o desenvolvimento comportamental dele acaba sendo igual ao dos animais que o criaram. E dependendo do tempo em que fica longe do contato humano, ele jamais conseguirá desenvolver habilidades básicas, como a fala.

Também existem casos onde crianças, com uma certa idade, ficam com animais por um tempo curto. Isso faz com que elas assumam o mesmo comportamento dos seres a sua volta, mas ainda possuem traços humanos, que com um pouco de tempo e dedicação podem ser recuperados.

Oxana Malaya

Um dos casos mais famosos de criança animal é o de Oxana. Pelo fato de ser bem documentado e também porque ela se recuperou a ponto de manter contato com outras pessoas, a história dessa menina foi estudada por psicólogos e outros pesquisadores, na tentativa de entender melhor como o comportamento de humanos fora da sociedade funciona.

Nascida em um local pobre da Ucrânia, essa garota tinha pais alcoólatras, que um dia lhe abandonaram com os cachorros da fazenda. A partir daquele momento, ela passou a viver no canil e receber o mesmo tratamento que os cães.

Durante seis anos, ela viveu assim e conseguiu pegar todos os hábitos dos animais para si. Ela late como um cachorro, anda de quatro e se sacode quando está molhada:

Atualmente, a “menina cachorro” tem 31 anos e vive em um hospício. Sua capacidade mental se compara a uma criança de seis anos. Oxana sabe contar, mas não somar ou subtrair. É incapaz de ler ou se quer soletrar seu nome de maneira correta. Além disso, ela tem um comportamento que se assemelha ao de crianças altistas.

Outros casos

No mundo existem, pelo menos, uma centena de casos de crianças animais, mas poucos possuem provas ou podem ser confirmados. Um dos mais famosos de todos os tempos é o caso de Amala e Kamala, duas crianças indianas que, supostamente, foram criadas por lobos.

Depois de encontradas, as duas passaram a viver em um orfanato, mas seu comportamento animal era tão forte, que a mais nova morreu um ano depois. A outra ainda aguentou 9 anos, dos quais oito foram gastos tentando lhe ensinar a andar e falar. No final da vida, ela tinha um vocabulário de 50 palavras e ainda tinha recaídas, quando uivava para a lua, andava de quatro e comia restos.

O que nos torna humanos

Após ouvirmos histórias de seres humanos que foram criados por animais e adquiriram um comportamento totalmente diferente de uma pessoa “normal”. Uma grande questão surge a mente: “O que nos torna humanos?”

Será que nós somos resultado do que está em nossos genes ou, na verdade, somos algo criado pela sociedade e cultura atual?