Minilua

Costumes de uma época #78

E quem diria, não é mesmo? Quase 1000 costumes diferentes! A todos, o meu muito obrigado!

747: Tomar água benta: Sim, e toda missa era a mesma coisa. E olha: aí de você se não tomasse. (risos)

748: Morder os lápis: E bem, antes o lápis, do que outra coisa. Sabe como é, né: provas, trabalhos seminários…

749: Ser picado na praia: Uma ou duas vezes, ainda passa. Agora, o fim de semana inteiro, e sem repelente. Fala sério!

750: Comprar fitas k7: E hoje nem tanto, mas no passado recente era uma febre. O precinho, como sempre, o mais convidativo.

751: Observar as estrelas: Uma, duas, cinco…Enfim, como resistir a elas? Nos parques então, um dos momentos mais bonitos.

752: Ter medo de baratas: E ainda hoje, um dos maiores escândalos: “Mor, tira essa barata daquiiiiiiii. “Mor, mata ela pra mim…”

753: Trocar a namorada pelo futebol: “Ah, só mais um pouquinho…“Calma, tá acabando o jogo”…Chato, não?

754: Ouvir músicas depressivas: E cá entre nós, não faltam exemplos. No Brasil, inclusive, dois dos maiores mitos da música: Amado Batista, e claro, Reginaldo Rossi.

755: Jogar a colheita feliz: E com o sucesso do Orkut, vários joguinhos seriam lançados. Este aqui, por exemplo, um dos mais cultuados na rede, superado apenas, pelo famoso Farmville.

756: Reclamar dos parentes: Não, eu não faço isso…Por outro lado, haja paciência com eles…Se pudessem, aliás, te excluíam da família.

757: Fazer chapinha no cabelo: E sim, por mais estranho que seja, muitos homens também fazem. Com eles, os mais diferentes kits.

758: Dormir antes das 22h00: E durante muitos anos, um dos costumes mais presentes. Contra os jovens, claro, o horário da escola.

759: Se esconder embaixo da cama: E se os gatos podem, porque a gente não? Fica a dúvida?