Minilua

Costumes de uma época #43

391: Brincar no escorregador: Pois é, e quando se é criança, tudo é motivo para festejar. De um joguinho elaborado, a um passeio com os pais. Nos parquinhos então, os escorregadores mais legais.

392: Dormir com uma amiga: E acreditem isso acontecia bastante. Sabe como é: conversa vem, conversa vai… (risos)

393: Colocar cestinhas em bicicletas: Sim, um dos hábitos mais frequentes. Em cada cestinha, aliás, os mais diferentes itens. De celulares e squeezes, a gatinhos e cachorros.

394: Misturar vinho com cerveja: E não se sabe o porquê, mas muitos jovens faziam isso. O gosto, evidentemente, exótico ao extremo.

395: Debochar de um padre: Já nas igrejas, os comentários mais maldosos. Entre os assuntos abordados, a roupa e claro, a fala mansa do padre.

396: Participar do Criança Esperança: E entre os pais, um dos projetos mais aceitos. Sua figura chave, como se sabe, Renato Aragão.

397: Esquecer a fita no vídeo cassete: Se com energia já era chato, imagina sem. Haja paciência!

398: Tomar um “porre” na balada: Vinho, tequila, absinto. Enfim, opções não faltavam. As dores pelo corpo também não…

399: Ficar apertado na escola: E por conta dos banheiros fétidos, muitos deixavam de se aliviar. O aperto, pra variar, difícil de aguentar.