Costumes de uma época #31

273 - Brincar nos parquinhos: E até hoje, um dos passatempos mais divertidos. Tanto pelos brinquedos, como pelos alimentos oferecidos.

274 - Sentir medo do Plantão: Quando se é criança, tudo é motivo para sentir medo. Com o plantão da Globo então, nem se fala…

275 - Fazer experimentos na cozinha: E vejam vocês: Por conta do “X-Tudo”, muitos acabavam inovando. Nesse ínterim é claro, o desespero dos pais e das empregadas.

276 - Ser “trollado” no natal: Calcinhas, biquínis, soutiens… Enfim, um item pior que o outro.

277 - Apanhar na frente dos amigos: E eu pergunto a vocês: existe coisa pior? Imaginem a cena: você saindo da escola, e a sua mãe te castigando… Tenso, não?

278 - Receber apelidos “fofos”: Detalhe: O problema em si, nem eram os apelidos escolhidos. Mas sim, a repercussão destes. Seja no Orkut, Facebook ou Twitter.

279 - Ganhar brindes no bingo: Nada contra. Mas fala sério, se encantar com canetas, lápis, giz de cera…

280 - Se passar por outra pessoa: E sim, muitos acabavam fazendo isso.  Em encontros, por exemplo, uma verdadeira constante.

281 - Levar sustos em cemitérios: E neste cenário mórbido, diversas situações eram criadas. A maioria delas, aliás, envolvendo gatos pretos e covas rasas.

282 - Curtir os Hansons e as Spice Girls: Modinha ou não, eles costumavam agradar. Aliás, não apenas eles. O N Sync, o Five, Backstreet Boys…

Receba mais em seu e-mail
Reaja! Comente!
Topo