Costumes de uma época #120

É, e a cada semana, você confere os mais diferentes costumes. A todos, uma excelente diversão!

1304: Parcelar um produto em 10 vezes: Pois é, e pensando bem, quem já não fez isso, não é mesmo? No passado então, com os mais diferentes itens: ou melhor, com as TVS, carros, aparelhos de som….

1305: Brincar de acender e apagar a luz: E eu, por exemplo, fazia várias vezes seguidas. E detalhe: até ela pifar, ou apagar de vez.

1306: Cantar Tchuin Tchuin Tchun Clain..E esta é talvez, uma das músicas mais lembradas até hoje. Seu refrão, é claro, um dos mais inesquecíveis: “Nos asseguramos que nunca falhará, basta responder Tchuin Tchuin Tchun Clain”…

1307: Comprar presentes de natal: É, e de fato, todo ano é a mesma coisa. Imagina a cena: filas, filas e mais filas.

1308: Fazer promessas de ano novo: “Sim, vou começar a malhar!”. “Sim, vou perder peso”, “Sim, vou entrar na faculdade…”

1309: Cair da cama durante a noite: E sim, quem já caiu, sabe bem do que estou falando. As dores então, por todo o corpo.

1310: Comprar um anel de compromisso: E acredite, uma coisa é você ganhar o anel. Já outra, passar horas e horas escolhendo.

1311: Decorar os afluentes do Rio São Francisco: E mais uma vez, eu me pergunto: qual a necessidade disso? Tudo bem, se fosse importante, usual, mas não. Pior ainda, unicamente pra passar de ano.

1312: Chorar com o episódio de Acapulco: E este, com certeza, um dos episódios mais marcantes. Seu tema, aliás, um dos mais cantados até hoje.

1313: Decorar as músicas do Chaves: É, olha que foram muitas. Estão lembrados? “Se você é jovem ainda, jovem ainda, jovem ainda. Amanhã velho será, velho será, velho será. A menos que o coração, que o coração sustente, a juventude que nunca morrerá…”

el chavo

1314: Aprender a jogar Xadrez: E confesso, que até hoje, eu não sei fazer isso. Quando muito, jogar dama, dominó, baralho. Agora, Xadrez…

1315: Raspar o cabelo sem autorização: É, e quando digo autorização, é justamente dos pais. Imagina só: você com 9, 10 anos, e raspando o cabelo.

1316: Assoprar a velinha do bolo: 1, 2, 3, enfim! Há quem o fizesse várias vezes seguidas. Em alguns casos, com mais de 10 tentativas cada.

Receba mais em seu e-mail
Topo