Minilua

Contos Minilua: Está frio #189

E sim, para participar, não tem mistério. Para tal, envie o seu texto para: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente semana!

Está frio

Por: Forasteira

Está frio, você sabe que vai morrer aí, sozinho. Sua mulher te avisou pra não sair assim de casa, ela te avisou pra não correr na estrada. É inverno e você sabe que nessa época as estradas ficam escorregadias e perigosas, ainda mais quando se está bêbado. Mas você não a ouviu não é?
Ela te disse. Suas filhas também disseram. As três estão chorando em casa com medo de que algo de ruim aconteça com você, e elas estão certas…

Você estava à 130Km/h e bateu na mureta que traçava uma linha entra a estrada e um abismo quase sem fim, você perdeu o controle do carro e caiu nesse mesmo abismo. Se você as tivesse escutado não estaria nessa situação. Olhe só você… Você me encara com um semblante de puro medo, e eu, rindo de você, mas se estivesse no meu lugar também daria risada.

Como é patético, você aí todo encolhido debaixo dos pedaços retorcidos de metal que um dia você chamou de carro, você nem mesmo consegue se mexer, gemendo de dor, quase irreconhecível. Não sabe como sobreviveu, mas não será por muito tempo.

Sua mulher está cada vez mais preocupada com você e resolve ligar pra polícia e explicar o que aconteceu. Ela deixa as crianças com a mãe e passa a noite na delegacia. Já era pra você estar morto, mas eu quero que você sofra um pouco mais. Eu poderia acabar com isso agora, mas acredite, o que te espera depois que você falecer não é melhor que isso que você está passando agora. Quero que você pense nas cagadas que cometeu, as merdas que fez.

Te deixo ir. Mas você não vai para o céu. Seu Deus foi embora, e agora só restaram alguns Anjos inúteis. Ah, claro, também tem os meus “Anjos” inúteis, mas eles têm alguém pra comandá-los então não são tão inúteis assim, além do mais, todas as almas que eu coleciono trabalham pra mim, e logo você também o fará. Eu ia mandar um de meus servos pra te buscar, mas achei algo interessante em você. Então vim aqui checar pessoalmente.

Você sente mais dor do que antes, mas não está mais naquele buraco cheio de metal retorcido. Está em um lugar muito pior. Eu não posso descrevê-lo pra você, e, por mais estranho que isso soe, nem você mesmo consegue descrever. Tantos outros como você. Tantos outros IDIOTAS como você. Durante 35 anos, você viveu a ideia de que existia um lugar melhor do que a Terra, um lugar em que os bons descansam em paz.

Bem, houve esse lugar um dia, mas, como eu disse, Deus se mandou. Eu sou Deus agora, o Deus dos pecados, o Deus da dor, o Deus do sofrimento. Eu sou seu Deus até que o Outro apareça.
Se por acaso Ele aparecer…

Bem-vindo ao Inferno.