Conheça o KATAR: um típico punhal da Índia

ANÚNCIO

Vindo do subcontinente indiano, o katar é um punhal conhecido por ataques rápidos e devastadores.

Com uma proteção de mão de ferro, a lâmina da arma não estava presa a um punho tubular como a maioria das espadas do mundo, mas, em vez disso, ficava no topo das articulações do portador, permitindo o máximo de empuxo.

ANÚNCIO

Mais larga que as adagas da Europa medieval, essa arma era incrivelmente resistente.

Em vez de ser esbelto para perfurar armaduras com precisão, a força bruta do kata permitiu que os usuários perfurassem armaduras de malha.

katar

ANÚNCIO

Não apenas para atacar, a lâmina grossa do katar também era forte o suficiente para bloquear os golpes sem dobrar ou quebrar.

Alguns desses punhais até incorporavam guardas de mão em seus projetos, eventualmente abrindo caminho para uma arma semelhante, a pata.

pata sword

O Katar era originalmente visto como uma arma de status e representado nas laterais dos poderosos Rajput e Mughals.

Reconhecidos como um modelo de letalidade, os nobres até caçavam tigres armados apenas com dois katar, ganhando grande respeito se tivessem sucesso.

Esses nobres geralmente tinham seus katar embutidos com gravuras ornamentadas ou até mesmo folhas de ouro.

Conheça o KATAR: um típico punhal da Índia

Katar variou consideravelmente nos anos 1800. As tribos do sul geralmente tinham lâminas onduladas, e alguns katar continham um mecanismo que lhes permitia tesoura, uma ação que poderia causar sangramento fatal.

As duas barras transversais podem ser espremidas juntas, abrindo a lâmina em duas partes, com uma lâmina menor no centro. Katar pode ser tão pequeno quanto alguns centímetros e até três pés.

Como o katar é agarrado com a lâmina virada para longe do topo do punho, os lutadores foram capazes de empregar estilos de luta mais acrobáticos, tornando a liberdade de movimento e a velocidade primordiais.

À medida que a ocupação britânica crescia, inovações mais modernas – como armas de fogo – foram incorporadas ao katar, tornando-as ainda mais letais.

Dizia-se que um culto lendário conhecido como Thugee passeava pelas estradas empunhando katares contra os viajantes.

Acredite ou não, a proliferação ocidental dessas histórias é onde encontramos a palavra “bandido”.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys

ANÚNCIO