Confira como esse crânio de carneiro foi parar dentro de uma árvore

ANÚNCIO

Existem muitos artefatos artificiais e expressões de cultura no mundo, entretanto as esquisitices naturais tendem a se destacar.

ram skull in tree
Encontrada no sertão remoto do oeste americano, Eugenia Shorrock a adicionou à sua coleção de maravilhas do mundo em 1930.

ANÚNCIO

A própria Shorrock era colecionadora e exploradora.

Seu pai havia começado – órgãos musicais, não órgãos de pessoas – Shorrock seguiu a carreira de um naturalista.

Encantada por répteis, ela ajudou a administrar a Boston Aquarium Society na década de 1920, antes de se tornar uma colecionadora e mulher ao ar livre nos anos 30.

ANÚNCIO

eugenia shorrock

Enquanto dirigia seu próprio zoológico de répteis e viajava para dar palestras sobre zoologia, Shorrock se deparou com o crânio de carneiro envolto em árvore.

Depois de décadas compartilhando sua paixão pelo mundo natural, Shorrock morreu em 1993.

Em esforços para garantir que sua coleção permanecesse disponível ao público, Ripley comprou muitas de suas exposições, incluindo este crânio de carneiro aparentemente único.

Acredite ou não, no entanto, este não é o único crânio de carneiro existente em uma árvore.

Outro, supostamente 300 anos mais velho que o carneiro Shorrock, foi encontrado no deserto de Utah.

Na esperança de resolver o mistério de como nosso crânio de carneiro poderia ter acabado dentro do tronco de uma árvore, seguimos de perto o carneiro de Utah.

Enquanto nosso crânio está totalmente envolto em madeira, o carneiro de Utah apenas tinha parte de um de seus chifres atolados no crescimento das árvores.

Depois de vasculhar os registros, parece que o crânio de carneiro de Utah foi colocado na virilha de um zimbro por um explorador espanhol, a fim de marcar a localização de um tesouro há muito esquecido.

Nosso carneiro, no entanto, não possui esses documentos comprovativos e era improvável que tivesse sido colocado por mãos humanas, já que a totalidade de seu crânio está encerrada.

A resposta para o nosso mistério era muito mais simples do que o tesouro espanhol perdido.

Depois de consultar especialistas em vida selvagem nos parques estaduais e nacionais, todos tiveram suposições idênticas sobre como chegou lá.

Aparentemente, é bastante comum que os carneiros fiquem presos nas árvores.

As ovelhas selvagens batem suas cabeças juntas quando lutam por um companheiro. Suas cabeças batem com tanta força que suas batalhas podem ser ouvidas através das montanhas.

Com chifres compridos e em espiral, é fácil para eles se enredarem, e os guardas florestais encontram ocasionalmente ovelhas presas, e os restos de carneiros presos com mais frequência.

O que torna nosso exemplo especial é que, uma vez que o carneiro foi capturado, a árvore cresceu inteiramente ao redor do crânio.

ram skull in tree

 

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys

ANÚNCIO