Minilua

Como os videogames afetam seu cérebro

Jogar videogame, assim como qualquer outra atividade humana, afeta nosso cérebro de diversas maneiras, criando habilidades e problemas que você não imagina:

Melhor irmão

Em 2015, a Brigham Young University fez uma pesquisa entre irmãos e descobriu que os videogames, principalmente aqueles mais violentos, podem ser ótimos para o relacionamento. Os irmãos que jogavam muitos jogos violentos juntos, tinham menos conflitos na vida real do que aqueles que não jogavam nada ou jogavam games menos violentos.

A ideia de que os jogos violentos criam mais agressividade se mostrou falsa. Segundo os pesquisadores, como eles jogam juntos, isso aumenta a capacidade de colaboração e também faz com que dividam experiências. Fazendo com que os irmãos tenham um convívio melhor na vida real.

Culpa

Muitos acreditam que os jogos violentos tornam os jogadores mais violentos e menos empáticos com os demais seres humanos. Isso não é bem verdade. Um estudo feito pela University of Buffalo mostrou que ser malvado nos games não tem ligação com a vida real.

O estudo pediu para jogadores escolherem entre jogar com a Polícia ou com Terroristas. Depois da sessão de jogatina, eles foram chamados para responder um questionário de moralidade. Os jogadores que escolheram os malvados, se mostraram mais humanos e preocupados com os outros. Isso surpreendeu os pesquisadores. Acreditava-se que os jogadores que escolheram o lado malvado, teriam menos apego a vida humana e seriam pessoas mais malvadas após o jogo, mas foi exatamente o contrário.