Como o primeiro assassino em série de Portugal terminou em um jarro?

ANÚNCIO

Os cientistas esperavam que sua cabeça contivesse os segredos do mal.

Mais de 177 anos após sua execução, o serial killer Diogo Alves ainda assusta transeuntes inocentes que encontram seu olhar frio. Sua cabeça perfeitamente preservada fica em uma jarra de vidro da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

ANÚNCIO

Diogo Alves Nascido na Galiza, em 1810, Alves trabalhou desde tenra idade como criado nas casas de cidadãos ricos da capital.

Aos 26 anos, ele começou a trabalhar em residências ao longo do Aqueduto das Águas Livres, uma via aquática gigante que não apenas levava água para a cidade, mas também atuava como ponte e via para agricultores e comerciantes que ingressavam no comércio. Foi aí que Alves começou sua série de assassinatos.

diogo alves

ANÚNCIO

Alves esperaria na ponte por pessoas retornando com o dinheiro pelo qual haviam vendido suas mercadorias. Depois de roubar suas vítimas, ele as empurrou para fora do aqueduto de 213 pés de altura.

A princípio, a polícia pensou que era apenas uma série de suicídios imitadores, mas os moradores locais logo começaram a sussurrar sobre um assassino de aqueduto.

Nos três anos seguintes, Alves enviou 70 pessoas para o seu destino, e a polícia acabou fechando a ponte. Alves não havia terminado, no entanto, ele formou uma gangue para assassinar e roubar as residências ricas em que trabalhara, mas acabou sendo pego.

diogo alves

O assassino do aqueduto foi executado por enforcamento, mas sua história não terminou aí. Nesse momento, uma era de iluminação alimentava a curiosidade de muitas pessoas sobre o que poderia ser aprendido cientificamente sobre o funcionamento da mente.

Muitos achavam que poderiam explicar o que fez Alves ser mal, seguindo a frenologia – um estudo dos solavancos na cabeça. Depois que Alves morreu, os médicos cortaram sua cabeça e a preservaram para estudo.

Embora o segredo do mal não tenha sido descoberto na cabeça preservada de Diogo Alves, o próprio espécime se tornou uma curiosidade na faculdade.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys

ANÚNCIO