Aprenda como juntar dinheiro na adolescência em 5 passos

Quando entra na vida profissional, independentemente da idade, a pessoa começa a receber dinheiro pelo seu serviço prestado ou produto vendido. Se você é jovem deve aprender, agora mesmo, como juntar dinheiro na adolescência para ficar rico ao longo dos meses e dos anos.

Sendo assim, a vantagem do jovem é que ele tem algum tempo para isso. Então, isso possibilita as melhores escolhas da vida. Assim sendo, dá para pensar em começar com pouco, guardando R$ 30 ou R$ 50 no mês. E isso fará uma grande diferença lá na frente.

Abaixo, no tópico 5 vamos trazer uma simulação online de como R$ 50 podem ser transformar em mais de R$ 80 mil ao longo do tempo. Confira.

1 – Comece

A primeira dica, que talvez seja a mais importante, é: comece. Afinal de contas, muita gente tem ideias boas e até pensa nisso, mas sempre falta aquele empurrãozinho para começar. Então, você pode ser alguém que só pensa nisso ou que faz acontecer.

Mesmo que seja pouco, com R$ 5 ou R$ 50, saiba que dá para começar a como juntar dinheiro na adolescência. Curiosamente, saiba que Mark Ford já dizia que a melhor forma de enriquecer é ficar um pouco rico a cada dia.

ANÚNCIO

E se você é jovem ainda, saiba que tem o tempo a seu favor. Começar com R$ 50 hoje vai fazer muita diferença no futuro, daqui 10 ou 20 anos. Então, comece. Comece do zero e aos poucos. Mas, não deixe para depois, nem para amanhã e nem para quando tiver um salário melhor.

2 – Gastos

O próximo dos passos é você começar a pensar nos seus gastos. Porque a verdade é que todo mundo precisa gastar dinheiro para sobreviver – ou, ao menos, a maior parte das pessoas. Então, saber disso é um começo.

Após isso, você tem que analisar como vai gastar o dinheiro porque isso fará toda a diferença. Se você gastar muito com jogos se torna um viciado. Se gastar muito com compras se torna um consumista. Se gastar muito com qualquer coisa nunca vai ser rico.

A ideia é priorizar os gastos, entre os que são essenciais e aqueles que podem ser vistos como não essenciais. No fim das contas, você vai gastar em ambos, com uma diferença de porcentagens. Até mesmo porque você tem que ter sobra do salário para guardar.

3 – Orçamento

Agora que você viu a importância de configurar os seus gastos mensais e diminuir aqueles que são excessivos e cortar o que são supérfluos, o próximo passo é você criar o seu orçamento financeiro pessoal.

Isso quer dizer algo como ter uma planilha do Excel ou um aplicativo completo no seu celular. Neles você tem que anotar as receitas e os gastos (que devem estar categorizados). A partir disso, você vai ter uma ideia de como está a sua vida financeira atual.

Também é nessa planilha que tem que estar a porcentagem de quanto você vai guardar de dinheiro. Como já mencionamos no tópico 1, saiba que você não tem que começar com muito. Talvez R$ 50 ou 10% do salário seja um ótimo início.

4 – Objetivos

Seguindo esse guia de como juntar dinheiro na adolescência, saiba que ter objetivos é um dos pontos mais importantes. Isso porque vai ser um estímulo para você começar, vai te ajudar a gastar menos e deverá impulsionar o seu orçamento. Então, faz todo sentido.

Agora, quais objetivos você pode ter? Vários e todos que quiser. O mais legal é criar objetivos para prazos diferentes. Você pode pensar lá na frente, quando for se aposentar, daqui a 30 ou 40 anos, por exemplo. Assim como pode pensar em comprar um carro daqui a 3 anos.

De qualquer modo, o conselho é que você comece pela reserva de emergência. Isso porque ela vai te dar uma segurança na hora de tomar decisões na sua vida – em todas as áreas. Junte valores que representem 12 meses do seu gasto mensal de vida. Esse é o melhor começo.

5 – Investimento

Para finalizar o assunto, saiba que você deve pensar em onde guardar o dinheiro que você está juntando. Existem uma série de ideias para você. Mas, saiba que deixar o dinheiro parado não é uma delas. Isso porque os investimentos rendem juros e assim você ganha dinheiro.

Por exemplo, para o futuro, você pode pensar em uma previdência privada, que tem parcelas baixas, a partir de R$ 20. Para a reserva de emergência, você pode pensar na poupança (e logo após fazer 18 anos, no Tesouro Direto) e assim por diante.

Obviamente, isso vai depender de onde você tem uma conta aberta. De modo geral, os bancos permitem a abertura de contas a partir dos 16 anos. E, se assim for, você pode até abrir uma conta digital, que não vai ter custos para você e nem anuidade. E tudo pode ser feito pelo app.

Como prometido, a gente trouxe uma simulação breve, que pode ser feita no site do Tesouro. Um investimento mensal de R$ 50 no Tesouro IPCA 2055 pode gerar um patrimônio de R$ 82,3 mil no final do período. Isso porque você só investiu, na soma, R$ 21 mil.

Resumo!

Para resumir tudo o que foi falado aqui, saiba que temos uma espécie de passo a passo que você pode seguir para entender como juntar dinheiro na adolescência e montar um plano de vida mais rico para os próximos anos.

como juntar dinheiro na adolescência

Anote aí: começar a guardar dinheiro hoje, controlar os gastos, fazer o orçamento financeiro, criar uma lista de objetivos e investir o dinheiro guardado. Com certeza, seguindo essa trajetória em poucos anos você vai ter uma conta com bastante dinheiro.

Então, após isso, o próximo passo vai ser você descobrir como gastar esse dinheiro. Pode ser para um intercâmbio no exterior, para fazer cursos e aprender mais sobre alguma área ou até mesmo para continuar investindo e ficar milionário na aposentadoria.

ANÚNCIO