Como “hackear” seu corpo

Nosso corpo, assim como um computador, é uma máquina complexa. Dessa maneira, nós também podemos hackea-lo:




Cérebro congelado

BRAIN_FREEZE_by_charco

Sabe quando engolimos algo muito frio rapidamente? Essa dor extremamente terrível ocorre porque o alimento gelado acaba afetando nervos no céu da boca. Esse frio faz com que os vasos sanguíneos se contraiam e a circulação acelere, o que gera uma dor muito grande, devido ao aumento da pressão.

Para solucionar o problema, basta colocar a língua contra o céu da boca, fazendo com que a sensação de frio se dissipe mais rápido e a dor suma.




Melhorando as notas

writing1

Muitas pessoas sofrem de ansiedade antes de testes e provas, principalmente quando esses exames são decisivos para o futuro do estudante, como ENEM e vestibular. Pesquisando sobre essa situação, uma equipe da Universidade de Chicago, chefiado por Sian Beilock, descobriu que escrever pode ser a chave do sucesso.

O estudo analisou diversos alunos sob pressão. Isso revelou que nosso cérebro, quando está preocupado com algo, acaba perdendo muito do seu poder de processamento com coisa inúteis, como o medo.

Para testar a situação, os cientistas separaram os alunos em dois grupos. Todos foram pressionados bastante, porém apenas alguns tiveram a oportunidade de escrever seus sentimentos antes de iniciar a prova. Esses conseguiram ser até 20% melhores do que os outros. Ou seja, escrever seus sentimentos pode ser uma boa maneiras de melhorar a nota, pois escrever sobre os sentimentos, parece liberar o cérebro do processamento inútil.




Segura o trago

TOM HANKS POSES WITH A DRUNK FAN

Quem bebe bastante convive com o grande problema trazido pela bebedeira. Aquela sensação de tonteira que piora, muitas vezes, a vontade de vomitar. Mas para ajudar nisso, existe uma técnica bem simples. Coloque as duas mãos em algo duro e estável, como uma mesa ou parede. O tato em um local firme ajuda o cérebro e recuperar o equilíbrio, diminuindo a sensação ruim.




Mas que $@&$%

xingando-mto-no-twitter

Xingar é uma arte e também um remédio. Uma pesquisa feito pela Keele University, e chefiada por Richard Stephens, mostrou que xingar ajuda as pessoas a superarem a dor.

Usando uma balde com água quase congelada, o pesquisador fazia as pessoas colocarem as mãos lá dentro e ficarem o máximo que aguentassem. No final, os resultados mostraram que aqueles que tinham permissão para xingar e gritar conseguiam aguentar o frio por 40 segundos a mais do que os outro. Além disso, quem gritou também relatou sentir a dor de maneira menos intensa. Então, vai para ##$%&*%&$!




Comer antes de dormir

Man-sleeping-and-snoring-overhead-view

Logo após comer, sempre surge aquele preguiça e vontade de dormir um pouco. Isso é natural, afinal o corpo precisa trabalhar duro para fazer a digestão. Só que na hora de deitar na cama, alguns cuidados precisam ser tomados.

O mais correto é que a pessoa durma com o lado direito do corpo virado para a cama. Isso tem uma boa explicação, pois fica de acordo com a anatomia do estômago (que faz uma curva para o lado direito), fazendo com que o ácido da digestão fique no lugar correto. Já quando dormirmos sobre o lado esquerdo após uma refeição, o ácido pode subir, pois o estômago está acima da linha do esôfago.

Normalmente isso não causa nenhum problema grande, mas pessoas que dormem com o lado esquerdo do corpo tendem a dormir pior e terem mais pesadelos.

Receba mais em seu e-mail
Topo