Descubra como criar um controle de despesas mensais

ANÚNCIO

Nem todo mundo sabe o que é preciso ou como criar um controle de despesas mensais. E o assunto é importante para todo mundo porque tem a ver com o dinheiro. Até mesmo porque esse não controle pode significar dívidas e muitos outros problemas.

Sendo assim, a gente fez um conteúdo que vai falar sobre o que são essas despesas mensais, como dividir elas entre as fixas e as variáveis, como criar o seu controle e como mudar de comportamentos para ter uma vida financeira mais equilibrada.

No final, ainda trouxemos um tópico bônus que fala sobre os investimentos financeiros. Se você não sabe, eles são indicados para todo mundo que quer começar a enriquecer. E podem ser bem mais simples do que você poderia imaginar.

O que são as despesas mensais

Começando nesse guia prático para quem quer aprender como criar um controle de despesas mensais, nós temos a explicação sobre o que é, de fato, tais despesas. Em tese, todas essas despesas mensais são aquelas que estão dentro de um salário.

O salário é o recebimento de dinheiro de um trabalhador que, geralmente, é pago dentro de um período de trabalho de 30 dias. Essa renda é usada para vários fins, como para o pagamento das contas e a compra de produtos e objetos.

ANÚNCIO

Basicamente, tudo o que você gasta no mês é considerado uma despesa mensal. Agora, o que muda de pessoa para pessoa é onde se gasta tais recursos financeiros. Por exemplo, os gastos essenciais fazem parte dessas despesas. Assim como os gastos com lazer.

De forma resumida, agora que você sabe o que são essas despesas mensais, o próximo passo é você fazer a categorização deles. Logo, o ideal é minimizar os gastos essenciais e cortar tudo o que não é essencial – ou pelo menos, diminuir eles permitindo um orçamento positivo.

As despesas fixas e as variáveis

Além de entender a diferença entre os gastos essenciais e os que não são essenciais, saiba que também se deve entender sobre as despesas fixas e aquelas que são variáveis. Geralmente, se ambas forem altas, o consumidor terá problemas com o dinheiro.

Do lado das fixas, a gente tem aqueles gastos como com a casa, o condomínio, os financiamentos, mensalidades, plano de saúde, seguro do carro, energia elétrica, internet, entre outros.

Já do lado dos gastos variáveis, a gente tem aqueles que variam de mês a mês, podendo ser de compras de roupas, com lazer, com almoços e jantares fora de casa, pizzas, cinema e por aí vai. Aliás, até mesmo o gasto com a farmácia pode ser variável.

E como criar um controle de despesas mensais?

A partir disso tudo, a gente começa a entender o que é preciso fazer, ou melhor, como criar um controle de despesas mensais. Até mesmo porque não há muito segredo: você precisa ter uma renda superior aos gastos (tanto os fixos como variáveis e os essenciais e não essenciais).

A conta é de soma e subtração mesmo. Então, você soma as rendas e os gastos. Depois, você tira os gastos das rendas e tem que ter um número positivo. Se o resultado for negativo, com certeza, você terá problemas com as dívidas domésticas.

Já em caso positivo, isso indica que você está no caminho certo. Afinal, agora você tem sobras e pode comprar o quiser, além de investir em ativos para o futuro, como imóveis, carros, poupança e investimentos seguros, como Tesouro Direto.

Logo, a conta é simples, como vimos. Porém, pode ser que você ainda tenha dúvidas sobre como fazer isso, não é mesmo? Pensando nisso, separamos aqui alguns comportamentos que são essenciais para responder como criar um controle de despesas mensais.

Os comportamentos

A mudança de comportamentos é uma medida inteligente para quem quer mudar de vida, enriquecer, acabar com as dívidas. Assim sendo, um deles é o fato de anotar todos os gastos no seu orçamento financeiro. Isso deve ser feito para que não haja erros.

Então, se você esquecer de anotar que gastou aqueles R$ 30 com cerveja no sábado ou que comprou 10 pãezinhos caseiros do seu vizinho pode ser que você esteja com a conta no vermelho e nem tenha notado. Por isso, não importa o que você compra, mas tem que anotar.

Para isso, a dica é usar as planilhas financeiras que podem ajudar muito. Elas podem ser acessadas pelo celular mesmo, o que as tornam práticas. O mesmo vale para os aplicativos de celulares – até mesmo porque hoje são muitos os disponíveis no mercado.

como criar um controle de despesas mensais

Outro comportamento que faz a diferença é você começar a pensar duas vezes antes de fazer uma compra. Aliás, estudos mostram que se você esperar ao menos 24 horas para fazer uma compra pode ser que você desista dela – ao perceber que aquilo não é importante para você.

Bônus – investimentos financeiros

Ainda como tópico da mudança de comportamento, saiba que pensar em investimentos é uma ideia inteligente que pode se incluir nas respostas de como criar um controle de despesas mensais. Porque você pode considerar isso como uma conta a ser paga.

Então, pense em investir 10% do seu salário para você mesmo, para o seu futuro. Logo, você sabe que tem essa conta a pagar todos os meses. E isso pode entrar como despesas mensais fixas – apesar de representar muito mais do que uma despesa, né.

Se você ainda não tem aptidão para escolher um bom ativo, comece pela poupança. Mas, saiba que ela não é a sua melhor opção – e está longe de ser. Talvez você se interesse por assuntos como “onde investir com a queda da Selic”, que divulgamos recentemente.

ANÚNCIO