Como a ordem de nascimento pode afetar a personalidade de irmãos?

“A única coisa que podemos ter certeza em qualquer família é que o primogênito e o segundo nascido sempre serão diferentes”, diz o Dr. Kevin Leman, psicólogo que estuda a ordem de nascimento desde 1967 e é o autor de vários livros sobre este assunto.

A diferença entre os comportamentos das crianças tem a ver com a sua ordem de nascimento, e tratamento dado por seus pais. Simplesmente por ser o primeiro filho de um casal, o primeiro nascido será, naturalmente, um tipo de experimento para ambos, uma mistura de instinto e julgamento e erros. Isso pode fazer com que os pais tornem-se super protetores, neuróticos e rígidos.

Então, talvez o primogênito possa se tornar um perfeccionista, sempre tentando agradar seus pais. No caso do casal que decide a ter um segundo filho, eles tendem a tratar com mais delicadeza, tendo aprendido com as suas primeiras experiências. Eles também podem não ser tão protetores dele e não se preocupar tanto, porque há outra criança vivendo com eles. Isso fará com que o segundo nascido seja menos perfeccionista, porém mais necessitado de reconhecimento. Mas é o tratamento paternal que irá gerar suas possíveis características.

ordem dos irmãos e suas personalidades




Primogênito

Como o líder do grupo, primogênitos tendem a ser: os motoristas confiáveis, de consciência, prudentes e bem sucedidos. Eles se satisfazem com a presença de seus pais, o que explicaria por que às vezes funcionam como pequenos adultos. Eles são os mais diligentes e querem ser os melhores em tudo o que fazem. Eles são excelentes para ganhar os corações dos mais velhos.

Lori Kiel McGowan, uma trabalhadora da saúde pública e mãe de dois meninos em Cambridge, Massachusetts, pode dizer isto. Ela descreve seu primogênito Kiel, de 6 anos, como uma criança inteligente que prefere a companhia de adultos ou jovens, em comparação com seus colegas de escola.

ordem dos irmãos e suas personalidades

“Para o seu sexto aniversário, ele convidou seis amigos de sua escolha”, conta McGowan. “Por cerca de 40 minutos ele se escondeu em um canto atrás de um sofá e começou a chorar. Eram crianças de sua escola e do bairro. Mas, no fim, ficou tudo bem”.

Quando confrontados com uma situação nova, a natureza prudente se manifesta na forma de introversão. No entanto, quando se acostumam com um novo ambiente, eles param de se preocupar.

ordem dos irmãos e suas personalidades




Irmão do meio

“O filho do meio pensa e sente algo como: ‘bem, eu não sou o melhor, eu não sou o mais novo, quem sou eu?'”, diz o terapeuta Meri Wallace.

Geralmente, tendem a ser pessoas pacíficas (alguns rebeldes), e tem facilidade em fazer amigos. Holly Schrock, uma mãe de 31 anos de Newtown, Pensilvânia, descreve sua segunda filha Maggie como uma “menina com desejo de liderança” e um pouco rebelde. “Você pode dizer a ela ‘vá e pegue suas roupas’ ou ‘vá colocar seu maiô que você vai para a piscina’, e se ela estiver fazendo algo importante, irá responder um ‘não’ ferozmente”.

Diz o Dr. Leman que, os filhos do meio são os mais difíceis de controlar, já que competem diretamente com seus irmãos mais velhos. Por exemplo, o sexo é uma variável. Se o primogênito é um menino e a do meio é uma menina, ela pode possuir algumas características do primeiro filho, pois apesar de ser a segunda filha, ela também é a primeira menina.

É o caso de Maggie, que apesar de ter um irmão mais velho, possui características de liderança de um primogênito. “Ela adora ser uma pequena mãe, especialmente com os mais jovens”.




O caçula

Crianças mais jovens tendem a ser os espíritos livres da casa, devido à maior experiência dos pais com os filhos anteriores. Isto significa que os pais já não os observaram tão de perto, dando assim maior liberdade à criança.

O bebê da família tende a ser: amoroso, tranquilo, manipulador, extrovertido, protagonistas e egocêntricos.

Megan, uma dona de casa e mãe de San Diego, diz que seu pequeno Kacey, de 7 anos, gosta de se destacar sobre os outros, e sempre lutar para aparecer mais. “Kacey gosta de ir para o quintal e fingir estar se apresentando em shows”, diz sua mãe. “Uma vez eu estava ajudando sua irmã mais nova, Jéssica, a andar de skate, e quando notei, Kacey estava fazendo piruetas e se atirou no chão para chamar a nossa atenção”.




O filho único

Sem irmãos com quem competir, essas pessoas tendem a monopolizar a atenção dos seus pais e dos seus recursos, não apenas por um pequeno período como o do primogênito, mas sempre. Isso faz com que eles sejam algo como um “super primeiro nascido”. Meninos com o privilégio (e responsabilidade) de ter todo o apoio e as expectativas dos pais sobre seus ombros. Muitas vezes: mais maduro do que o normal, perfeccionistas, conscientes, diligentes e líderes.

Basta apenas um encontro com Lilia, de 5 anos, para perceber que “ela tem um refinado senso de humor e, por vezes, é um dos poucos de sua idade que usa o sarcasmo com duplo sentido”, conta Razan Brooker, sua mãe. “Os professores ficam muito surpresos com seu nível de compreensão do humor adulto”.

Mesmo sendo muito jovem, Lilia exibiu uma notável maturidade. Como muitas crianças, ela chupou seu dedo. Mas, em vez de fazer birra e gritas quando lhe pediram para parar, ela brincou um pouco e parou. “Em seguida, ela começou a contar os dias que conseguia sem chupar os dedos, e um mês depois, chegou a dormir com as mãos relaxadas”.

O que você acha? Personalidades podem estar estreitamente relacionadas com a ordem de nascimento?

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/como-a-ordem-de-nascimento-pode-afetar-a-personalidade-de-irmaos/index.html //-->