Minilua

As coisas mais velhas do mundo #4

Nosso mundo já tem mais de 4 bilhões de anos, por isso, o que mais podemos encontrar por aqui são antiguidades. Mas quais serão as coisas mais antigas de todas?

O preservativo mais antigo do mundo

Nós tendemos a pensar que a camisinha é algo moderno, inventada para evitar a gravidez e as doenças. No entanto, o homem da Idade Média já conhecia a importância de se preservar. Os mais antigos preservativos encontrados foram descobertos em Lund, na Suécia, e em Birmingham, na Inglaterra.

A camisinha sueca era produzida com intestino de porco e foi encontrada completamente intacta, juntamente com um manual de usuário escrito em latim. Os preservativos ingleses eram feitos de intestino de animais e peixes. Acredita-se que as camisinhas podem ter sido utilizadas durante a guerra entre Cromwell e o Rei Charles I, por volta de 1640.

O Lago mais antigo do mundo

Um quinto da água doce do planeta está localizada no Lago Baikal, no sudeste da Sibéria. O Baikal não é apenas o lago mais antigo do mundo, mas também o mais profundo, tendo 1637 metros de profundidade.

É estimado que o Lago Baikal se formou há cerca de 25 milhões de anos. Este lago gigante tem cerca de 640 km de comprimento e 79 km de largura, além de possuir seu próprio microclima e um ecossistema bastante exclusivo. Cerca de 75% das espécies de plantas e animais que vivem no lago Baikal são encontradas somente neste ambiente.

A mais antiga receita escrita do mundo (e é para cerveja!)

A mais antiga receita escrita conhecida no mundo é para fabricar cerveja e tem 4.000 anos de idade.

A cerveja era a bebida nacional da Babilônia antiga. Esse trago era tão importante para os sumérios, que eles tinham uma deusa dedicada exclusivamente para a cerveja, a Deusa Ninkasi.

A versão escrita da receita foi encontrada em um hino dedicado à esta deusa. Na Babilônia, a cerveja era servida em grandes jarras, onde vários canudos eram colocados, permitindo que vários compartilhassem o “néctar” dos deuses. Os babilônios são conhecidos por terem produzido dezesseis tipos diferentes de cerveja e utilizaram uma variedade de grãos, incluindo cevada e trigo, juntamente com mel.