Minilua

Coisas que você não sabia sobre o Titanic #3

Em mais um capítulo da série “Coisas que você não sabia sobre o Titanic”, vamos conhecer mais cinco fatos que poucas pessoas sabem. Muitos mistérios rondam o planejamento, construção, partida, viagem e naufrágio do gigante, o que acaba deixando milhares de pessoas interessadas e totalmente intrigadas.

Acomode-se na cadeira, pegue o colete salva-vidas e divirta-se.

Velocidade letal

Vários avisos alertando sobre acidentes na área estavam sendo enviados ao Titanic, cabendo assim ao capitão, reduzir a velocidade do transatlântico. Se isso tivesse sido feito, o impacto não seria tão destruidor como foi. Ao contrário do que os alertas indicavam, o capitão resolveu continuar navegando em velocidade máxima.

SS Californian e Carpathia

O SS Californian era o navio mais próximo ao Titanic no momento do acidente, no entanto o mesmo não respondeu aos pedidos de socorro. No fim das contas, foi o Carpathia quem acabou salvando os sobreviventes do naufrágio.

Vale lembrar que o acidente aconteceu por volta de 23h40, e o resgate só foi chegar as 4h da madrugada, quando grande parte dos passageiros e tripulação já estavam mortos.

Japão sendo Japão

Ao voltar para o Japão, um sobrevivente japonês foi considerado covarde, visto que no país do sol nascente, a honra está acima de tudo. Para eles, o rapaz deveria ter ido até o fim e acabar morrendo no naufrágio.

Música não faltou

Os músicos por algum momento pararam de tocar e se despediram uns dos outros, no entanto acabaram percebendo que suas chances de escapar seriam mínimas, por isso resolveram voltar com as músicas e naufragaram com o navio.

Vida de cão

Cerca de 9 cães estavam a bordo do Titanic, apenas dois conseguiram se salvar, um Lulu da Pomerânia e um Pequinês.

Gostou desse artigo? Deixe o seu comentário e recomende essa postagem.

Adaptado de Fatos Desconhecidos

<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/coisas-que-voce-nao-sabia-titanic-3/amp/index.html //-->