Coisas estranhas que fizeram com cadáveres #5

Quando morrermos, algumas lágrimas podem ser derramadas sobre os nossos corpos. Dentro de alguns dias, provavelmente seríamos enterrados ou cremados, nossa forma física reduzida a uma mera lembrança. Mas alguns de nós continuarão em nossas aventuras…

Essa nova série consta com uma coleção de histórias sobre cadáveres que evitaram tradições.




Testes de segurança em cadáveres

0819

Aqueles de nós que cresceram na década de 1980 provavelmente se lembram dos bonecos de teste que nos ensinaram a importância do uso de cintos de segurança. No entanto, muitos testes só podem ser feitos em seres humanos, pessoas reais.

Pesquisas com cadáveres já se arrastam há décadas, embora as montadoras tentam minimizar a sua utilização. A Highway Traffic, de Administração Nacional de Segurança, em conjunto com o financiamento do montadoras como Ford, realiza testes com cadáveres a cada ano. São feitos exames de raio X nos cadáveres após os testes para ver onde e como foram as feridas.

Porém, o teste com cadáver tem diminuído significativamente nos últimos anos. Os sistemas de segurança na maioria dos automóveis são muito bons e a maioria dos testes nos dias de hoje são feitos praticamente usando modelos de computador.




O mistério da perna

0919

O bombardeio de 1995, em Oklahoma City no Edifício Federal Alfred P. Murrah, foi um devastador ataque terrorista que matou pelo menos 168 pessoas. Entre os mortos, teve Lakesha Levy, de 21 anos, um membro da Força Aérea que estava no prédio para pegar um cartão de Seguro Social. Depois que o corpo de Levy foi enterrado, uma perna decepada foi encontrada nos escombros do edifício. Testes do FBI descobriram que a perna em decomposição pertencia a uma mulher negra. Uma pegada determinou que ela pertencia a Levy, embora ela tivesse sido enterrada com as duas pernas.

Seu corpo foi posteriormente exumado, mas as autoridades não foram capazes de determinar exatamente de onde esta perna misteriosa veio. DNA do corpo tinha sido destruído pelo processo de embalsamamento. De acordo com o examinador médico Fred Jordan, “Nós não temos um corpo para combinar com ele. É algo que nós não descobrimos ainda. “

Receba mais em seu e-mail
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/coisas-estranhas-que-fizeram-com-cadaveres-5/index.html //-->