Início Curiosidades

Cientistas que estudam pinguins são afetados pela fumaça do cocô

Enquanto estudavam um grupo de pinguins na Antártica, os cientistas se excitaram com a fumaça proveniente do cocô.

Pesquisadores da Universidade de Copenhague descobriram que o guano dos pingüins (fezes) contém enormes quantidades de óxido nitroso, mais conhecido como gás hilariante.

O professor Bo Elberling foi um dos autores do estudo e disse que era uma experiência ‘intensa’.

Ele disse: “O guano de pinguim produz níveis significativamente altos de óxido nitroso ao redor de suas colônias. As emissões máximas são cerca de 100 vezes mais altas do que em um campo dinamarquês recentemente fertilizado.

“É realmente intenso – principalmente porque o óxido nitroso é 300 vezes mais poluente que o CO2”.

O óxido nitroso retarda o cérebro e o corpo de uma pessoa e, como resultado, é frequentemente usado na profissão médica como sedativo.

No entanto, o professor Elberling continuou dizendo que a exposição prolongada ao gás pode fazer com que alguém fique totalmente “cuco”.

Ele explicou: “Depois de fuçar em guano por várias horas, alguém fica completamente cuco.

“Começa a ficar doente e com dor de cabeça. Os pequenos cilindros de óxido nitroso que você vê deitado e flutuando em torno de Copenhague não são páreo para esta dose pesada, que resulta de uma combinação de óxido nitroso com sulfeto de hidrogênio e outros gases”.

E com quantidades tão grandes do gás encontrado nos excrementos de pingüins, espera-se que esta nova parte da pesquisa ajude a melhorar a compreensão científica de seus efeitos no meio ambiente.

Elberling acrescentou: “Embora as emissões de óxido nitroso neste caso não sejam suficientes para impactar o orçamento geral de energia da Terra, nossas descobertas contribuem para novos conhecimentos sobre como as colônias de pinguins afetam o ambiente ao seu redor, o que é interessante porque as colônias geralmente estão se tornando cada vez mais disseminadas. ”

No início deste mês, um grupo de pinguins nos EUA foi retirado de seu zoológico e passou o dia andando em um museu.

Os pinguins, que costumavam ser cercados por pessoas, foram deixados sozinhos no zoológico de Kansas City, enquanto ele é temporariamente fechado devido à pandemia de coronavírus, então seus detentores decidiram mudar de cenário.

Julián Zugazagoitia, diretor executivo e CEO do museu, disse: “Estamos muito felizes em receber hoje nossos colegas do zoológico e eles trouxeram amigos especiais e estamos vendo como eles reagem à arte.

“Eles pareciam reagir muito melhor a Caravaggio do que a Monet. Estávamos conversando um pouco em espanhol e eles realmente apreciavam a história da arte.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible