Cientistas curaram diabetes com sucesso em ratos pela primeira vez na história

ANÚNCIO

Os cientistas de St Louis usaram células humanas modificadas para curar a doença, antes considerada incurável.

Cientistas curaram diabetes com sucesso em ratos pela primeira vez na história

ANÚNCIO

Pela primeira vez, ratos com diabetes foram curados através de células humanas convertidas para derrotar a doença.

Esse avanço pode ter implicações enormes para mais de 420 milhões de pessoas em todo o mundo que sofrem de diabetes.

A técnica de células-tronco usada pelos cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington em St. Louis foi bem-sucedida em curar funcionalmente a doença em camundongos por pelo menos nove meses e, em certos casos, até um ano.

ANÚNCIO

Cientistas curaram diabetes com sucesso em ratos pela primeira vez na história

As células-tronco humanas convertidas permitiram que os animais produzissem rapidamente insulina que quebrava seu alto nível de açúcar no sangue.

Os experimentos viram seus níveis de açúcar no sangue voltarem a um nível saudável normal em apenas duas semanas.

Embora o diabetes possa ser gerenciado através de dieta, medicamentos e estilo de vida, atualmente não há cura para a doença.

Portanto, sem ir muito longe no lado técnico do que os cientistas fizeram, eles conseguiram transformar células-tronco humanas em células produtoras de insulina, o que mostrou que as células alteradas poderiam ajudar os ratos a combater a doença.

Eles também converteram algumas outras células-tronco em células beta pancreáticas para produzir insulina e romper o açúcar no sangue dos ratos.

Os cientistas de St Louis publicaram seus resultados na revista Biotechnology.

Cientistas curaram diabetes com sucesso em ratos pela primeira vez na história

O Dr. Jeffrey R. Millman, professor assistente de medicina e engenharia biomecânica, bem como o principal investigador deste estudo em particular, escreveu em um comunicado: “Esses ratos tinham diabetes muito grave com leituras de açúcar no sangue de mais de 500 miligramas por decilitro de sangue – níveis que podem ser fatais para uma pessoa – e quando damos aos ratos as células secretoras de insulina, em duas semanas seus níveis de glicose no sangue haviam retornado ao normal e permaneceram assim por muitos meses “.

Depois que descobriram como converter as células há alguns anos, passaram o tempo desde então garantindo que as células convertidas são as que precisam, em vez de outros tipos de células que são inúteis para curar a diabetes.

Millman explicou: “Um problema comum quando você está tentando transformar uma célula-tronco humana em uma célula beta produtora de insulina – ou um neurônio ou uma célula do coração – é que você também produz outras células que não deseja.

“No caso de células beta, podemos obter outros tipos de células do pâncreas ou células do fígado.

“Quanto mais células fora do alvo você obtiver, menos células terapeuticamente relevantes você terá.

“Você precisa de cerca de um bilhão de células beta para curar uma pessoa com diabetes. Mas se um quarto das células que você produz é na verdade células do fígado ou outras células do pâncreas, em vez de precisar de um bilhão de células, você precisará de 1,25 bilhão de células.

Cientistas curaram diabetes com sucesso em ratos pela primeira vez na história
EMBARGOED TO 1700 TUESDAY NOVEMER 11. A mouse in the new Biomedical Sciences Building at Oxford University.

“Isso torna a cura da doença 25% mais difícil”.

Embora esse avanço seja, sem dúvida, uma boa notícia, ainda estamos longe de usar esse tipo de tratamento em seres humanos.

São necessários muitos testes para garantir que o tratamento funcione e seja seguro para os seres humanos.

O tratamento também deve ser automatizado para acabar com as injeções regulares de insulina que os diabéticos precisam agora.

O próximo passo para os cientistas é testá-lo em animais maiores e por períodos mais longos.

No entanto, ainda é a primeira vez que um mamífero é funcionalmente curado de diabetes, que antes era considerado incurável.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible

ANÚNCIO