Minilua

A cidade do futuro #2

O crescimento populacional descontrolado e a grande migração para as metrópoles estão fazendo com que esses locais estejam cada vez mais sem espaço para seus moradores, o que faz o número de prédios crescer muito e rápido.

Mas em um futuro mais distante nem mesmo os prédios construídos atualmente darão conta da população, pois no mundo viverão mais de 9 bilhões de pessoas sendo mais de 70% nas grandes cidades. Essa superpopulação fará com que o modo em que vivemos mude radicalmente.

Com essa necessidade surgirão as casas construídas no subsolo e também os mega arranhas céus, que poderão abrigar milhares de pessoas. O mundo será um lugar quente e muito poluído, fazendo com que as pessoas cada vez mais vivam dentro de alguma construção, tornando os prédios enormes cada vez mais auto-suficientes.

Pensando nesse futuro, diversas instituições, tais como a ONU e a Universidade George Mason, fizeram pesquisas que tentam nos revelar como será o futuro da nossa sociedade. Confira o resultado interessante desse estudo:

 

Estradas e carros inteligentes

Com o crescimento populacional desregulado, o número de carros nas estradas deve aumentar proporcionalmente, fazendo com que o transito torne-se cada vez mais caótico, chegando a um ponto onde será quase impossível trafegar em grandes cidades. Para que isso não aconteça os carros e as estradas devem sofrer grandes mudanças. Pesquisas dizem que no futuro não dirigiremos mais nossos carros, eles serão controlados por computadores e guiados por radares ao longo das ruas, isso permitirá que os veículos andem a alta velocidade e próximos uns dos outros, sem o perigo de acidentes já que os computadores controlarão tudo.

 

Vivendo embaixo da terra

O espaço será pequeno para as pessoas por isso a vida no subsolo deve ser uma das ferramentas para aumentar o espaço útil do planeta. Não se acredita que vão existir casas no subterrâneo, mas shoppings, lojas, parques, estradas, e muitas outras coisas poderão ser construídas abaixo do solo.

 

Sem quintal

Atualmente pouquíssimas pessoas conseguem ter uma casa grande e ainda um quintal. No futuro isso deve ser ainda mais difícil de conquistar, pois cada pedaço de terra custará muito dinheiro. Como a maioria das pessoas deve morar em prédios, os mais ricos provavelmente viverão em condomínios fechados, que devem abrigar até 500 mil pessoas e manterão uma vida semelhante a que temos hoje.

Muitas outras coisas mudarão nos próximos 100 anos, coisas que deixarão nossas vidas melhores em alguns pontos e piores em outros, mas que serão necessárias para nossa sobrevivência nesse planeta. Essas grandes mudanças você confere no próximo post da série.