Cauda de dinossauro encontrada em âmbar na região de Myanmar

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Com pouco mais de um quarto, este pequeno pedaço de âmbar contém um monte de gemas paleontológicas, incluindo uma cauda de dinossauro emplumada.

O âmbar é uma forma fossilizada de resina de árvore que pode preservar a matéria orgânica por milhões de anos.

Popularizado pela série Jurassic Park, que reanima dinossauros usando DNA de sangue encontrado dentro de mosquitos preservados em âmbar, o âmbar se tornou onipresente com os dinossauros.

Esta amostra em particular contém os ossos, tecidos e penas de um celurossauro da época do Cretáceo.

feathered dinosaur tail

Varreduras da amostra confirmaram que a amostra não é uma ave, evidenciada por vértebras separadas.

Nesse ponto da linha evolucionária, as penas teriam sido amplamente vestigiais, mas isso tem o potencial de ser a evidência mais conclusiva até agora de que os dinossauros estavam emplumados.

Embora amostras científicas sejam freqüentemente encontradas em âmbar, o material é mais frequentemente usado para jóias.

Esta peça, em particular, foi encontrada em um local de mineração em Mianmar.

feathered dinosaur tail in amber

O âmbar já havia sido modelado um pouco antes dos pesquisadores o recuperarem.

Os conflitos na região de Mianmar impediram os pesquisadores de explorar minuciosamente as minas de âmbar da área.

Lida Xing, da Universidade de Geociências da China, acha que pode haver um dinossauro inteiro preservado em algum lugar da região.

A cauda não está sozinha no âmbar; um número de pedaços de plantas e insetos completos também estão envoltos dentro da seiva endurecida.

Os pesquisadores acreditam que há mais ecologia do período cretáceo nesse pedaço de âmbar do que qualquer outra coisa encontrada antes.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys